“Abraço de mãe cura”, diz filha que se enrolou em lençol para abraçar a mãe

Prepara o lençinho que essa história é pra derreter o coração de qualquer filho e de toda mãe. Todo mundo deve estar morrendo de vontade de dar um abraço caloroso daqueles que só as mães e os filhos podem proporcionar, e a Mariana encontrou uma solução.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela se enrolou toda num lençol limpinho, colocou máscara e enfim matou a vontade que a mãe tava de dar um abraço na filha. “Minha mãe me disse: ‘Filha, quero tanto um abraço seu, mas tanto. Preciso!’ E a gente deu nosso jeito…. as duas de máscara, eu me enrolei toda num lençol limpinho e ali ficamos… ahhhh, abraço de mãe cura”, disse Mari.

A família é de São Paulo. Mariana D’Ávila é nutricionista e tem duas irmãs médicas que estão bem na linha de frente do tratamento de pacientes com Covid-19. Elas estavam isoladas da mãe porque o pai tem 63 anos e já teve AVC.

Só que a mãe das meninas, dona Sônia, não estava mais suportando a distância. Depois do ato de Mari, as irmãs também não guentaram e fizeram do mesmo jeitinho o abraço do lençol.

Pessoal, vamos ajudar outra família a ter mais alegria também? O Cauã, de 10 anos, mora com a avó e a irmã de 13 anos num barraco. É ele que trabalha para sustentar a família. Ajude a construir a casa da família do Cauã. Fizemos uma vaquinha no VOAA. Clique e contribua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Filha dando abraço na mãe usando lençol para protegê-la do risco de infecção do coronavírus
Mãe e filhas se abraçaram por minutos. Foto: Arquivo pessoal

“Meu melhor papel nessa vida é ser mãe de vocês 3, e nunca imaginei que não poderia abraçar vocês por tanto tempo. Isso me deu angústia. Aí quando eu abracei vocês, senti uma paz, e passei toda energia de amor para vocês”, se declarou dona Sônia para as meninas.

Filha dando abraço na mãe usando lençol para protegê-la do risco de infecção do coronavírus
Imagem do abraço emociona pela necessidade de cuidado mesmo que seja para demonstrar amor. Foto: Arquivo pessoal

Essa história é tão emocionante quanto à da filha que vai às lágrimas depois de reencontrar a mãe que estava trabalhando no enfrentamento aos casos de coronavírus. Clique aqui, descubra a história e assista ao vídeo.

Filhas já tinham feito outros gestos de amor para matar saudade

Mariana, Fernanda e Erika são carne e unha com dona Sônia. Para aliviar a ausência, elas já fizeram outros atos e gestos para a mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Minha mãe é muuuuuuito apegada à família… e eu e minhas irmãs somos muito apegadas a eles também, então somos uma família que convive quase que diariamente”, disse Mari.

Filhas abraçando mãe na sala de casa
Mãe e filhas têm hábito gostoso de dar abraço em família. Foto: Arquivo pessoal

Para amenizar o sofrimento da distância, Mari já visitou a mãe do térreo do prédio, só para elas se verem. “Teve um dia que falei com ela e senti que a voz estava engasgada, aí fui fazer uma surpresa, fiquei no térreo e liguei para ela ir para a sacada. Ela se emocionou muito…”, contou.

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Oww, gente!!! Também tem um jovem no Rio de Janeiro que mora de frente para o apartamento dos pais. Todas as noites ele coloca música na janela de casa para os vizinhos e para festejar com os pais do outro lado da rua. Clica aqui e conheça essa história.

“Eu sinto falta de ficar deitada no colo da minha mãe vendo um filme com minhas irmãs, e enquanto isso meu pai, marido e cunhado ficam fazendo um churrasco e meus sobrinhos brincando pela casa. Isso é sinônimo de paraíso para mim”, disse Mari.

Filha beijando a mãe
Mari é a caçula da família e a mais dengosa com a mãe. Foto: Arquivo pessoal

O amor das mulheres dessa família é inabalável, mesmo em quarentena, e o abraço é algo sempre cultivado na casa, desde pequeninhas.

Foto antiga de filhas ainda criança abraçando a mãe
Costume bom de abraçar e pegar colo da mãe vem desde crianças na família. Foto: Arquivo pessoal

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

“Quando eu ABRAÇO cada uma de vocês, me vem uma sensação de prazer infinito, eu sinto seu cheirinho, o calor do seu corpinho, o bater do seu coraçãozinho, a leveza do seu cabelinho, a maciez da sua pele lisinha, o som da sua risadinha e isso me faz lembrar que você é minha filha amada, meu orgulho e razão da minha vida. Só isso”, disse dona Sônia pra Mari.

Ai, gente! Que amor!!! 🥰🥰🥰

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em


selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,839,934SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Arquiteto cria uma ‘academia de treino’ imersiva para filha autista desenvolver os sentidos

As crianças têm dentro de si um poder de imaginação imenso, que muitas vezes é transformado em brincadeira. Visando a interação e o aprendizado,...

Em 2 meses de tratamento, cachorro extremamente doente tem recuperação espetacular

As fotos do processo de recuperação do animal são impressionantes. Em apenas dois meses, A ONG indiana Animal Aid Unlimited recuperou um cachorro cheio...

Mulher, negra e da roça, ela abriu empresa de guincho e hoje fatura R$ 9 milhões por ano

Não faz muito tempo, o Sebrae apontou um dado preocupante: apenas 34% dos negócios brasileiros são de mulheres. As razões para isso são muitas...

Estudante adota cãozinho a caminho da prova do Enem e o batiza de… ‘Enem’

"Ele marcou meu dia. Nem lembro da prova direito, do nervosismo... Esse dia vai ficar marcado por causa do Enem [o cachorro]", brincou a estudante.

Agora é lei: Escolas públicas de Campo Grande deverão ter hortas educativas

O prefeito da cidade, Alcides Bernal, sancionou em dezembro a lei 5.769, que institui o “Programa Hortas Escolares”, nas escolas.

Instagram