Antes do “sim”, filha vai vestida de noiva a hospital e surpreende mãe internada em BH

Um acidente doméstico impediu que a a dona Maria Mônica fosse até o casamento de sua única filha, Verônica Nunes Carmo, no último sábado (15), em Belo Horizonte (MG). Uma fratura no fêmur fez com que a senhora não pudesse ir à cerimônia religiosa, mas a noiva, já vestida e pronta para dar o seu “sim”, passou antes no hospital para um momento emocionante entre mãe e filha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia de Verônica ir até a unidade de saúde encontrar a mãe no dia do casamento foi de seu marido, Saulo Carmo. Em entrevista ao site Bhaz, o rapaz contou que tudo aconteceu de maneira muito rápida, mas que precisava fazer algo por sua esposa e sua sogra.

“Estava vendo tudo acontecer e pensei ‘tenho que dar um jeito‘. Conversei com o pessoal do hospital para ver se minha esposa poderia visitar a mãe vestida de noiva.”

Noiva beijando testa de mãe
Verônica conseguiu ir até o hospital dar um beijo em sua mãe, a dona Maria Mônica. Foto: Stenyo Gurgel Fotógrafo

Entre a fratura no fêmur e a cerimônia religiosa, Verônica e Saulo tiveram apenas uma semana para esquematizar tudo. Os médicos do hospital até liberaram a saída da mamãe Maria, mas fortes dores impediram que ela fosse até a igreja.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Encontro único entre mãe e filha

Por complicações causadas pela diabetes, dona Maria não enxerga há seis anos. Ainda sim, Verônica foi no hospital com vestido, véu e buque de flores para que sua mãe pudesse tocar e sentir como sua filha estaria na cerimônia que aconteceria momentos depois.

“Quando entrei no quarto a minha mãe disse: ‘Filha, você está aqui’. Falei que não ia me casar antes de vê-la e pedir a bênção dela. Pedi que ela tocasse no vestido para que sentisse como estava bonita.”

Noiva em ensaio com mãe internada
Dona Maria pode tocar no vestido e até segurar o buquê. Foto: Stenyo Gurgel Fotógrafo

Para a filha, ter visitado a mãe no hospital foi “um sopro de energia” e que ressignificou o dia da noiva, que até então havia sido repleto de lágrimas. “Fiquei super feliz e entrei plena na igreja”, contou Verônica.

Casamento com fotógrafo, decoradores e equipe do hospital

Verônica e Saulo contaram com uma equipe diferente para seu casamento. Além dos tradicionais fotógrafos e decoradores que sempre trabalham nas cerimônias, os recém-casados também podem dizer que toda a equipe do hospital fez parte do casório.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Vamos voltar no hospital para agradecer a equipe que possibilitou a visita à minha mãe. A nossa decoradora que montou tudo na casa dela para que fizéssemos as fotos. Fomos para um hotel fazenda onde fizemos as fotos e gravamos a valsa. Deus cuidou de cada detalhe. Nosso casamento foi maravilhoso”, concluiu Verônica.

Noivo beijando mão de noiva em ensaio
Apesar dos problemas de última hora, Verônica e Saulo tiveram um lindo casamento. Foto: reprodução/Instagram Saulo Carmo

Apesar de terem cancelado a festa de casamento e a lua de mel, o dia seguinte à cerimônia foi só alegria, já que a dona Maria recebeu alta e pode voltar para casa. Nenhum presente de casamento pode ser melhor do que a saúde da mãe da noiva, não é mesmo?! 🥰

Quer conhecer mais histórias inspiradoras? Dá o play!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,246,606SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Programadores criam de graça site que governo planejava comprar por R$ 75 milhões

Um grupo de programadores da República Tcheca desenvolveu em 3 dias, e de graça, um site que o governo planejava gastar € 16 milhões...

Escola americana trocou punições por meditação e os resultados são animadores

Ao invés de punir os alunos que se comportam mal com castigos e punições, que não resolvem de fato o problema, uma escola em...

Cuba desenvolve primeira vacina contra o câncer de pulmão

Em 2011, médicos e pesquisadores cubanos desenvolveram o Cimavax, uma vacina contra o câncer de pulmão. Oito anos depois, em parceria com institutos de pesquisa dos...

Depois de 15 anos, confeiteira que foi humilhada volta a sorrir: prepara o lencinho!

A Cida ficou conhecida após uma mulher humilhá-la dizendo que o bolo que ganhou era pequeno demais.

Garota de nove anos faz carta para seu professor que se assumiu gay

Uma garota de nove anos escreveu uma carta fofa para seu professor, após ele se assumir gay em uma aula para combater homofobia e...

Instagram