Após 10 anos brigados, filha descobre que pai vivia em condições insalubres e faz campanha para ajudá-lo

Seu Sebastião, 71, por causa de uma hérnia umbilical estourada, precisou ser internado as pressas. Sua filha, Cristina, 37, que não o visitava em casa há mais de 10 anos, pois ele não deixava, recebeu uma ligação desesperada de Sebastião para socorrê-lo. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Chegando lá, Cristina encontrou uma casa condenada, com muitas rachaduras, correndo o risco de cair a qualquer momento. Para ajudar esse senhor que está muito doente e vivendo em condições insalubres, decidimos criar uma vaquinha. Clique aqui para ajudar!

Há anos, seu Sebastião vive em uma casa na cidade de Marília, São Paulo, praticamente sem móveis, isso significa sem geladeira, sem fogão e sem banheiro também. Ele tomava banho de caneca, com água que esquentava em uma jarra com resistência. 

Vaquinha para idoso doente que vive em uma casa prestes a cair a construir um novo lar
Foto: arquivo pessoal

Vaquinha para idoso doente que vive em uma casa prestes a cair a construir um novo lar
Foto: arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vaquinha para idoso doente que vive em uma casa prestes a cair a construir um novo lar
Foto: arquivo pessoal

Brigas separam a família

Por causa de brigas familiares, ele e a única filha, Cristina, não se falavam há muito tempo. Porém, na sexta-feira (19/06), ela estava no salão onde trabalha como manicure quando recebeu uma ligação a cobrar do seu pai.

No telefone, ele disse que precisava de ajuda e que estava muito doente, além de dizer que suas duas únicas calças estavam encharcadas de sangue. Assustada, Cristina pediu um Uber e correu para a casa do pai.

Chegando lá, o susto: seu Sebastião estava com uma hérnia umbilical estourada, inflamada e com partes da pele já necrosadas. Andando pela casa, seu desespero só aumentava, pois naquele momento ela percebeu que o pai vivia em condições insalubres.

Vaquinha para idoso doente que vive em uma casa prestes a cair a construir um novo lar
Foto: arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vaquinha para idoso doente que vive em uma casa prestes a cair a construir um novo lar
Foto: arquivo pessoal

O destino uniu novamente pai e filha novamente

Devido ao tempo que ficou longe do pai, Cristina não sabia das condições em que ele estava vivendo, já que o pai a impedia de ir até sua casa. “Tinha sangue para todo lado e um mal cheiro muito forte. Ele chorou, me pediu perdão por tudo” contou.

Depois de muito insistir, Cristina conseguiu levar seu Sebastião até o hospital, onde foi imediatamente operado. Pela gravidade da situação, a saturação dele caiu, afetando o intestino e causando uma infecção.

Separado há mais de 20 anos e sem contato com outros familiares, seu Sebastião era radiotécnico, mas, com a chegada de TVs e aparelhos de som mais modernos, acabou ficando sem emprego, vivendo apenas com um benefício do LOAS.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por causa da pandemia, Cristina não tem condições de ajudar o pai nas questões da casa. A vaquinha é para construir uma edícula para Seu Sebastião viver com dignidade, além de comprar móveis e eletrodomésticos. Clique aqui para ajudar!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,810,195SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Motorista para ônibus e desce para ajudar cego a atravessar a rua no Paraná

O ato gentil que encanta foi registrado em Ponta Grossa (PR). O motorista de transporte coletivo parou o ônibus para ajudar um homem cego...

Ex-soldados voltam pra casa e reencontram filhos após anos de conflitos e guerras [VIDEO]

Nada pode ser mais libertador e reconfortante para um soldado do que voltar pra casa após anos servindo ao seu país, oferecendo a própria...

Ararinha-azul está extinta no Brasil, Alemanha enviará 50 exemplares em 2019

A BirdLife International, uma organização não-governamental de defesa dos animais e do meio ambiente divulgou um estudo em que atesta que oito espécies de...

Prefeitura de Curitiba aproveita “meme da Betina” para promover adoção de animais

"Oi, meu nome é Betina. Tenho dois anos de idade e um milhão de lambidinhas de amor de patrimônio acumulado." Assim começa o vídeo publicado...

Instagram

Após 10 anos brigados, filha descobre que pai vivia em condições insalubres e faz campanha para ajudá-lo 1