“Se meu filho disser que é gay, vou falar ‘que maravilha’!”, disse Ivete Sangalo

Em entrevista para o  jornal “Extra”, Ivete Sangalo comentou sobre sua relação com o público gay e falou como reagiria caso seu filho seja gay:

“Eu tenho um público fiel e quero que eles sejam felizes nas minhas apresentações. Homossexual ou heterossexual, eu estou abraçando e beijando todo mundo. Confesso que fico constrangida de ter que falar sobre aceitação aos gays porque o respeito é uma substância da vida. Não temos que questionar isso. Se meu filho (Marcelo, de 5 anos), no futuro, falar para mim que é gay, vou dizer “que maravilha”. Vamos ser felizes! Ser gay não pode ser uma condenação”, afirmou Ivete Sangalo.
A cantora já havia falado sobre os direitos LGBT em entrevista para o jornalista Bruno Astuto para a Revista “Época”.

“Não entendo, nessa altura do campeonato, se discutir a orientação sexual de qualquer pessoa. É até uma ignorância. Tenho 22 anos de carreira, sempre tive fãs de todas as orientações sexuais. Na verdade eu nunca notei o gay, o hetero, sempre respeitei a minha relação com os fãs, que é de amor mútuo. Então, nunca segmentei qualquer parcela do meu público, nunca levei a orientação sexual de um fã, de um amigo, de alguém que trabalhe comigo, em consideração”, disse. A cantora contou ainda se sentir honrada pela boa relação que tem com o público gay.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É uma honra. Tenho histórias lindas dos meus fãs que se descobriram homossexuais. Muitos me contam que ao terem passado por problemas com suas famílias, eu de certa forma os ajudei com a minha música, com a minha arte, alegrando momentos difíceis pelos quais eles passaram. Já me disseram, inclusive, que eu ajudei a levar paz e alegria para seus corações…olha que bacana?”, revela. Logo em seguida Ivete criticou como alguns direitos são negados aos homos.

“De que adianta ter tudo na vida, se não se tem a liberdade de se relacionar com quem se quer, de externar o que realmente se sente? Estamos falando de direito e respeito. E é tão honesto você amar verdadeiramente uma pessoa, seja ela quem for, isso independe da sua escolha sexual. Para mim, soa até estranho abordar essa questão, porque ela é tão orgânica: você ama aquela pessoa e pronto, é muito simples. Não importa a altura, a cor, o sexo. É amor, puro e simples. Discutir isso é louco, é até ignorância”.

Como não amá-la, ainda mais? <3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Post originalmente publicado aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,565,291SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Motoboy ‘flagrado’ cuidando de moradora de rua compra moto nova com vaquinha

Edinei trabalhava com uma moto bem velhinha e seu gesto comoveu milhares de internautas que criaram vaquinha.

Com tempo de sobra na quarentena, donos estão fazendo sofás de crochê para seus gatinhos

E lá se foi mais de 60 dias de quarentena, e chega uma hora que tudo que a gente já queria fazer quando tivesse...

Após perder emprego de anos, homem se reinventa e transforma troncos de árvores em semijoias

Heinz sempre trabalhou no mundo corporativo, mas teve que se reinventar após a crise. Cynthia, sua esposa, é artista floral – tem uma loja...

Assumindo o papel de pai, neto driblou o Alzheimer da avó com mentirinhas terapêuticas

A avó esqueceu que tem netos, mas não esqueceu que te ama. O Alzheimer na vida da dona Nilva Aguzzoli chegou de repente. A...

Conheça a primeira TV brasileira com programação para surdos

A TV Ines integra o público surdo e ouvinte com programação bilingue.

Instagram