Após se revelar trans, filho é surpreendido por pai que abandona vício para apoiá-lo

0
7597

Existe um antes e outro depois na vida do pai de Zayan Alexandre. Jairo largou a bebida no dia que o filho assumiu ser um homem trans.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A gente cansou de ver histórias de LGBTs que sofreram agressões dos pais ou foram expulsos de casa por causa da sua orientação sexual ou identidade de gênero. Nessa, a família inteira perde, ficando completamente desestruturada.

No caso da família de Zayan, aconteceu o efeito contrário. Jairo venceu o vício do álcool – ficava dias fora de casa quando saía para beber –, ficou mais próximo de Zayan e deu um pouco mais de paz para a dona Ana, mãe de Zayan, que sofria bastante com o vício do marido.

selfie pai e filho deitados cama
Zayan e Jairo. Foto: Arquivo pessoal

Zayan contou primeiro para a mãe que era um homem trans. Ana pediu para Zayan não contar para o pai, temendo que Jairo não aceitasse o filho e voltasse a beber. Zayan obedeceu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alguns dias depois, Ana contou para Jairo. Zayan estava trabalhando e só soube que os pais tiveram essa conversa quando chegou em casa.

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

Jairo tinha saído e, na cabeça de Zayan, o pai estava bebendo na rua e não voltaria para casa, como das outras vezes. Mais à noite, Jairo, que sempre sonhou ser pai de uma menina, foi no quarto de Zayan com os olhos vermelhos e inchados, de quem parecia ter chorado muito.

jovem antes e depois de transição de gênero
Zayan antes e depois da transição. Foto: Arquivo pessoal

Jairo perguntou para Zayan se o que a mãe dele tinha falado era verdade. Zayan respondeu que sim – um sim meio defensivo, pois imaginava que Jairo reagiria de forma negativa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu sabia que ele não iria me bater e nem nada do tipo. Meu pai sempre foi muito calmo. Nunca me bateu por nada”, lembra.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

“Iria me sentir muito culpado pela minha mãe”

O maior medo de Zayan naquele momento era que o pai voltasse a beber, já que tinha um tempo que ele não bebia, e fizesse sua mãe sofrer novamente.

filho beijando testa mãe água cachoeira
Zayan e a dona Ana, pilar da família. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu não queria que ele voltasse a beber por minha causa. Iria me sentir muito culpado pela minha mãe. Já tinha um tempo que ele não bebia, mas a gente sempre ficava com um pé atrás. Qualquer coisa poderia ser um gatilho pra ele.”

Certidão de nascimento nova foi presente do pai

Felizmente, a reação de Jairo foi a melhor possível! Chorando, disse para Zayan que as coisas não seriam fáceis, mas que estava ao seu lado para protegê-lo do julgamento das pessoas e que só queria a sua felicidade.

Zayan respondeu que ele precisaria ficar bem pra isso. Jairo ficou. Depois daquele dia, o pai de Zayan nunca mais bebeu. Fez mais: deu de presente para Zayan a retificação de gênero e nome.

Jairo fez questão de pagar todas a taxas da nova certidão de nascimento do filho.

homem segurando certidão nascimento filho trans
Jairo pagou as taxas da retificação de gênero e nome de Zayan. Foto: Arquivo pessoal

Zayan começou sua transição no dia 24 de janeiro de 2018, dia do seu aniversário. Ele ganhou a nova certidão do pai no seu aniversário de 25 anos, dia 24 de janeiro de 2020.

Choro liberado! SOCORROOO 😭

“Meus pais não são pessoas estudadas. Mas depois que eu contei, percebi que amor não tem nada a ver com essa questão de ser esclarecido. Se você ama, você aceita”, finaliza Zayan.

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.