Filhote de panda vermelho não para de abraçar seu bichinho de pelúcia igual a ele

A filhote de panda vermelho Maya já é um serzinho adorável por si só, mas ela ficou ainda mais fofa nas fotos com seu panda de pelúcia. Maya nasceu em novembro passado, no jardim zoológico de Taronga, em Sidney, Austrália.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo ia muito bem na vida da pequena Maya, até o dia em que algo nas salivas da boca da mãe dela, Amala, causou uma ferida no seu pescoço.

Depois de avaliar a situação, os veterinários do zoológico tomaram a difícil decisão de separar temporariamente a mãe e o bebê. Maya tinha perdido o aconchego da mãe. Mas, ela não ficou sozinha.

Maya ganhou a companhia de um urso panda de pelúcia, da mesma “espécie” que ela. Ele tem quase o dobro do tamanho de Maya e não sai de perto dela. O brinquedo soube preencher a falta que Maya sentia da mãe, mas, em breve, elas estarão juntas novamente. Amala apresentou sinais de melhora do problema na boca.

“Ela é definitivamente uma pequena sobrevivente”, disse Tamara Gilles, a cuidadora de Maya, à ABC News. “Ela está ganhando peso todos os dias e a ferida em seu pescoço está quase completamente curada.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações do My Modern Met / Fotos: Reprodução

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,714FãsCurtir
1,763,678SeguidoresSeguir
8,639SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram