Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes

Uma flor considerada pela comunidade científica extinta há quase 4 décadas foi encontrada por pesquisadores e biólogos na Cordilheira dos Andes, no Equador.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Até então, a última vez que a belíssima flor havia sido vista foi em 1985 – distantes 37 anos atrás! – época em que o desmatamento predatório e extensivo das florestas equatorianas levou à total perda de habitat e suposta extinção de diversas espécies de plantas.

Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes
A flor Gasteranthus extinctus e seu formato semelhante a uma cebola.

Em 2000, quando a espécie “Gasteranthus extinctus” foi catalogada, os biólogos já a consideravam ‘desaparecida’, daí a origem de seu exótico nome.

Considerada uma flor silvestre tropical, a extinctus é composta por pétalas cor de laranja vibrante e uma grande bolsa inferior, com espaço de sobra para os polinizadores (como as abelhas) atuarem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para identificar a planta, os biólogos usaram imagens de espécimes secos, desenhos e uma descrição simples de como a flor era.

Durante a expedição, após dias de procura e milhares de amostras coletadas, eles descobriram que algumas flores recém caídas era a tão esperada Gasteranthus extinctus nos pés da Cordilheira dos Andes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gasteranthus extinctus

A descoberta foi registrada em um artigo científico publicado na revista PhytoKeys.

“Redescobrir esta flor mostra que não é tarde demais para reverter até mesmo os piores cenários de biodiversidade e mostra haver valor em conservar até as áreas menores e mais degradadas”, disse o pesquisador Dawson White, que participou da expedição.

Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes 2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes 3

“Novas espécies estão sendo encontradas e ainda podemos salvar muitas que estão à beira da extinção”, completou.

Apesar de reencontrada, o nome Gasteranthus extinctus será mantido, apesar de a planta não ser mais considerada extinta – e estar mais próspera do que nunca.

Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes 4Fonte: Revista Galileu
Fotos: Riley Fortier

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM





Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes 5

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,985,520SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Gerdau promoveu primeiro Hackathon de Construção Civil para comunidades no Brasil

A Gerdau apoiou entre os dias 17 e 19 de novembro, o primeiro Hackathon da construção civil para comunidades em Recife, o Hack.Habite, uma...

A missão desse ‘Capitão América’ é conscientizar crianças sobre a Covid-19

O policial militar Everaldo Pinto, 44 anos, comprou uma fantasia de Capitão América no ano passado para brincar com seus filhos. Mas, quando a...

Ele faz cinema na porta de casa para as crianças da rua, com direito a pipoca e lanchinhos

O Ederson Silva Ney, chamado carinhosamente pela comunidade de "Ney", é aquele tipo de pessoa com o coração que transborda amor. Sempre que pode, ele...

Mulher ajuda homem cego a pegar um taxi e viraliza na internet

Casey Spelman, de Indianápolis, nos Estados Unidos, estava visitando amigos em Chicago e descobriu que um homem cego não estava conseguindo pegar um táxi. Sem...

Idosos em casa de repouso de SP revivem memórias de suas vidas com a realidade virtual

À medida em que a idade vai avançando, os esquecimentos se tornam constantes mas as lembranças mais longínquas parecem vir à tona o tempo...

Instagram

Belíssima flor considerada extinta por quase 4 décadas é encontrada na Cordilheira dos Andes 6