Mulher cria floricultura móvel e encanta o bairro de Copacabana (RJ) a bordo de um Fusca

Quem passa pela famosa Avenida de Copacabana, no Rio de Janeiro, pode acabar encontrando um fusca verde, de 1969, repleto de flores. Difícil será não parar, observar e se encantar com toda a beleza que a Roberta Machado, de 51 anos, leva para as ruas, todos os dias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

florista percorre copacabana em um fusca

Conheça o projeto Gastromotiva. O projeto alimenta milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade. Conheça essa história e contribua para a vaquinha!

Roberta vende suas plantas há cerca de um mês. Ela resolveu montar uma floricultura ambulante e deu super certo.

Antes, a renda de Roberta vinha do aluguel de quartos para turistas e de uma empresa de aluguel de perucas, mas a pandemia secou ambas as fontes de renda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Minha casa sempre foi uma floricultura, pois adoro flores e plantas. Peguei algo que eu amava, comprei o Fusca e transformei numa nova forma de ganhar a vida“, explica a pequena empresária.

florista percorre copacabana em um fusca

E Roberta planejou tudo com muito carinho. Ela queria um fusca verde, para combinar com as plantas. Além disso, tinha que ser de 1969, ano que ela nasceu. Depois de muito procurar, ela encontrou o carrinho, exatamente como precisava.

O primeiro ponto de parada foi na praia do Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade, há mais ou menos 3 semanas. Depois ela mudou para Copacabana e foi lá que as vendas engataram, de fato.

Uma das clientes de Roberta, a  agente de viagens Leila Autran, diz que o que a vendedora faz é exemplar. Ela passou lá na floricultura ambulante para comprar flores para familiares idosos que continuam em quarentena.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O empreendedorismo da Roberta é um exemplo do que é ser brasileiro. Na adversidade, ela criou algo lindo“, conta.

Roberta conta que alguns moradores vão até ela apenas para conversar e entender mais do projeto.

Os moradores descem e escolhem seus vasos. Alguns vêm aqui apenas para admirar, fazer fotos e conversar. O bairro tem muitos idosos e, caso precisem, eu levo até a casa deles as flores escolhidas, depois que encerro o expediente“, explica.

florista percorre copacabana em um fusca

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As flores que Roberta vende são compradas diariamente em um centro de distribuição de flores e alimentos do Rio de Janeiro, a Cadeg, no bairro de São Cristóvão. Ela quer sempre levar as plantas mais frescas e bonitas para seus clientes.

Encerro o expediente no Fusca por volta de duas da tarde e depois vou comprar as flores para o dia seguinte. Quando não posso fazer isso no mesmo dia, vou para a Cadeg de madrugada a tempo de preparar tudo para começar o expediente pela manhã, por volta das oito“, relata.

Cada detalhe da decoração dessa pequena floricultura é pensado e organizado com carinho. Nas laterais do Fusca, ela coloca uma foto da mãe, Lia, que faleceu em julho desse ano, de Covid-19.

A floricultura ambulante se chama “Lia Linda Flor” e, segundo Roberta, a proposta é levar o aroma e as cores de seu novo negócio cada vez mais longe. Copacabana é apenas o começo.

A gente já quer te conhecer Roberta! Parabéns pela ideia maravilhosa!

VEJA TAMBÉM:

Avó e neto viralizam na web com vídeos de humor! A gente não tem estrutura pra tanta fofura desses dois!

FONTE: Dom Total

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Flores podem ser excelentes substitutas dos agrotóxicos nas lavouras; veja como

No ano passado, o Brasil aprovou o registro de 474 agrotóxicos - o maior número em 14 anos. Seu uso indiscriminado pode ser nocivo...

Mulher trans adota bebê que foi abandonado depois que recebeu sangue dela

Os pais abandonaram a criança com medo de que ela se tornasse "um deles".

Livro conta a história de irmãos gêmeos idênticos que hoje são irmã e irmão

Os irmãos gêmeos Jonas e Nicole foram adotados por um casal de americanos ainda bebês, 18 anos atrás. Nicole nasceu menino e o seu...

Dispositivo realiza exames como HIV, Zika e hepatite em 10 minutos

O Hilab realiza exames mais rápidos e mais baratos do que laboratórios convencionais.

Menina tem reação hilária ao ver mãe amamentando bebê: “De onde sai o leite achocolatado”

Quando um bebê recém-nascido chega em casa, seu irmão mais velho naturalmente fica curioso com a presença ilustre e intrigado com suas características: pequenino,...

Instagram