Fonoaudióloga aposta em games educativos para o tratamento de crianças com deficiências

Foi durante pesquisas para inovações para o consultório que a psicóloga Geórgia Pereira Nejaim conheceu a PlayTable, mesa digital interativa e multidisciplinar criada pela startup da área de negócios de impacto social, Playmove. Com games educativos que auxiliam a coordenação motora e psíquica, o produto já faz sucesso no país, em escolas, consultórios e ambientes comerciais: está em cerca de 800 instituições, atingindo mais de 300 mil crianças.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Através da ludopedagogia, que alia o brincar e a aprendizagem, ela trata pacientes como o Enzo Negreiros Pereira De Magalhães, 9 anos. Com diagnóstico de paralisia cerebral, ele encontrava bastante dificuldade na execução de movimentos ligados à coordenação motora fina, como pinça ou apreensão de objetos pequenos. “Dentre vários jogos usados na terapia, ele vem demonstrando excelentes resultados na alfabetização, com o uso do Papa Letras. Na atividade ele precisa arrastar as letras faltantes para formar/completar as palavras. Estamos obtendo excelentes resultados. Através de ferramentas lúdicas e divertidas, ele vem se superando, com melhora dos movimentos e aprimoramento dos aspectos que envolvem atenção, concentração e memória.” explica Geórgia.

“A cada dia vivemos mais inseridos no mundo digital e os pacientes sempre se sentem mais engajados quando optamos por oferecer terapia que contemple tal avanço. A fonoaudiologia é uma ciência muito vasta e ampla, que da suporte do recém-nascido ao idoso. A PlayTable complementa as sessões trabalhando aspectos de coordenação motora, memória, noções espaciais, imaginação, criatividade, cálculos, aquisição fonêmica e principalmente, propiciando maior interação e trocas dialógicas”, avalia Geórgia, que hoje conta com 21 jogos do portfólio do produto disponibilizada em seu consultório.

Para a fonoaudióloga, a motivação que a tecnologia aliada ao universo lúdico traz, garante que os pacientes se sintam mais acolhidos nas consultas. “Tenho paciente que fica eufórico para entrar em terapia. É maravilhoso ver o avanço de cada pessoa, desde a criança aprendendo as primeiras palavras, ao idoso buscando resgatar as que perdeu”, ressalta.

 Fotos: divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,755SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Prefeitura de SP vai pagar salário mínimo para travestis poderem estudar

A prefeitura de São Paulo anunciará no fim do mês a criação de uma bolsa de um salário mínimo mensal (R$ 788) para que,...

Conheça o projeto que usa a capoeira para tirar crianças da rua

Tirar das ruas crianças e jovens de várias regiões do Brasil e do mundo é seu principal objetivo, além de apresentá-las a roda de capoeira.

Instituto Federal de Jacarezinho permite que aluno escolha matérias: ‘Eles são os protagonistas’

Em Jacarezinho, no norte do Paraná, o IF tem uma proposta inovadora: os alunos são protagonistas, eles escolhem como vão organizar a grade curricular de acordo com seu interesse.

Mini-doc narra histórias de pessoas que trabalham fazendo o que mais amam

O mini-documentário “Feliz por Escolha” narra histórias de pessoas que trabalham fazendo o que mais amam e se sentem realizadas com o estilo de...

Mini carro elétrico protege motorista da chuva, vento e neve

O engenheiro sueco Mikael Kjellman projetou um mini carro elétrico à prova de variações climáticas extremas durante o dia.

Instagram

Fonoaudióloga aposta em games educativos para o tratamento de crianças com deficiências 2