França vai proibir o uso de animais selvagens em circos itinerantes e parques aquáticos. “O começo de uma nova era”

O governo francês divulgou uma notícia muito importante. Circos itinerantes e parques aquáticos estarão proibidos de usar animais selvagens em suas apresentações artísticas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A boa notícia foi dada pela ministra da Ecologia na França, Barbara Pompili. Ela apresentou um conjunto de medidas para o “bem-estar da fauna selvagem em cativeiro“.

Barbara anunciou ainda o fim da criação de visons americanos destinados à fabricação de roupas e destacou que a “atitude em relação aos animais selvagens em nossa época mudou“.

golfinhos

Chegou o momento de que o nosso fascínio ancestral por estes seres selvagens não se traduza em situações que favoreçam o seu cativeiro ante o seu bem-estar“, disse a ministra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mudança será progressiva

Barbara comunicou que a lei entrará em vigor, mas de forma progressiva. A mudança ocorrerá nos próximos anos, de forma que toda a população tenha real consciência da preservação de animais selvagens.

Fixar uma data não resolve todos os problemas, prefiro iniciar um processo para que aconteça o mais rápido possível“.

elefante de circo

Animais serão assistidos pelo governo

Barbara foi questionada sobre o que deve acontecer com os animais que vivem nesses cativeiros.

Hoje, os circos franceses têm quase 500 animais selvagens e todos terão assistência para cuidados com a saúde e habitat.  “Serão encontradas soluções caso por caso, com cada circo, para cada animal“, disse Barbara.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O governo destinará 8 milhões de euros para o projeto de transformação dos circos itinerantes. Os circos tradicionais não serão afetados porque não transportam animais.

Estamos pedindo (aos circos) que se reinventem, este é um momento em que precisarão de apoio e o Estado vai estar a seu lado“, disse a ministra.

elefante de circo

Mais de 20 países europeus já limitaram ou proibiram os espetáculos de animais. A ação do governo francês, recebeu o apoio de mais de 750.000 pessoas na internet e de 141 parlamentares (seriam necessários 4,7 milhões de signatários e 185 parlamentares para organizar uma votação).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A associação L214 aplaudiu a medida para os visons, mas considerou que apenas “compensa o tempo perdido”. “Vitória”, escreveram no Twitter os promotores do Referendo para os Animais.

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o primeiro projeto selecionado anunciado pela Tatá Werneck:

FONTE: UpSocl

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,413,626SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Avon reúne blocos feministas para lançar manifesto pela liberdade, respeito e diversidade no Carnaval

Escrita e interpretada pela rapper ativista Rosa Luz, música fala sobre poder feminino, respeito e fim da violência contra as mulheres durante a folia.

Jovem compra carne para menino que pedia dinheiro na rua e dá lição

Mais triste do que ver uma criança pedindo dinheiro na rua é ignorá-la.

Senegalês corrige valor de venda de óculos para cliente e atitude dá um tapa de luva no preconceito

Uma prova de que devemos acolher os imigrantes, ao invés de diminuí-los.

Policial adota cinco filhos de vítima de homicídio após atender ocorrência no RN

Mais uma daquelas histórias que prova que o amor é uma escolha! A policial civil Flaviana Bezerra escolheu amar cinco filhos de uma vítima...

Em parceria com o Razões, OMO dará visibilidade a projetos de brasileiros que fazem a diferença e transformam vidas

Olha que campanha linda, gente! Vocês sabem, amamos contar histórias de pessoas que se juntam para transformar o mundo. Esse é o Poder do...

Instagram