França vai proibir o uso de animais selvagens em circos itinerantes e parques aquáticos. “O começo de uma nova era”

O governo francês divulgou uma notícia muito importante. Circos itinerantes e parques aquáticos estarão proibidos de usar animais selvagens em suas apresentações artísticas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A boa notícia foi dada pela ministra da Ecologia na França, Barbara Pompili. Ela apresentou um conjunto de medidas para o “bem-estar da fauna selvagem em cativeiro“.

Barbara anunciou ainda o fim da criação de visons americanos destinados à fabricação de roupas e destacou que a “atitude em relação aos animais selvagens em nossa época mudou“.

golfinhos

Chegou o momento de que o nosso fascínio ancestral por estes seres selvagens não se traduza em situações que favoreçam o seu cativeiro ante o seu bem-estar“, disse a ministra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mudança será progressiva

Barbara comunicou que a lei entrará em vigor, mas de forma progressiva. A mudança ocorrerá nos próximos anos, de forma que toda a população tenha real consciência da preservação de animais selvagens.

Fixar uma data não resolve todos os problemas, prefiro iniciar um processo para que aconteça o mais rápido possível“.

elefante de circo

Animais serão assistidos pelo governo

Barbara foi questionada sobre o que deve acontecer com os animais que vivem nesses cativeiros.

Hoje, os circos franceses têm quase 500 animais selvagens e todos terão assistência para cuidados com a saúde e habitat.  “Serão encontradas soluções caso por caso, com cada circo, para cada animal“, disse Barbara.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O governo destinará 8 milhões de euros para o projeto de transformação dos circos itinerantes. Os circos tradicionais não serão afetados porque não transportam animais.

Estamos pedindo (aos circos) que se reinventem, este é um momento em que precisarão de apoio e o Estado vai estar a seu lado“, disse a ministra.

elefante de circo

Mais de 20 países europeus já limitaram ou proibiram os espetáculos de animais. A ação do governo francês, recebeu o apoio de mais de 750.000 pessoas na internet e de 141 parlamentares (seriam necessários 4,7 milhões de signatários e 185 parlamentares para organizar uma votação).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A associação L214 aplaudiu a medida para os visons, mas considerou que apenas “compensa o tempo perdido”. “Vitória”, escreveram no Twitter os promotores do Referendo para os Animais.

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o primeiro projeto selecionado anunciado pela Tatá Werneck:

FONTE: UpSocl

 

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,835,148SeguidoresSeguir
24,700SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após receber carta de menina, premiê australiano ‘autoriza’ circulação do Coelho da Páscoa

Preocupada com a Páscoa deste ano, uma menina de 9 anos enviou uma cartinha para o primeiro-ministro da Austrália Ocidental pedindo uma autorização especial...

Homem compra tartarugas em mercado de carnes para devolvê-las ao mar

Ao ver duas tartarugas retiradas do mar, em Papua-Nova Guiné, na Oceania, sendo vendidas em um mercado de carnes, Arron Culling e seu colega...

Mãe doa leite suficiente para alimentar quase mil recém-nascidos

No último, 19 de maio, foi celebrado o Dia Mundial de Doação de Leite Humano. E esta semana a jovem Emilly de Assis Marques...

Instagram

França vai proibir o uso de animais selvagens em circos itinerantes e parques aquáticos. "O começo de uma nova era" 4