Início SOCIEDADE Pessoa com Deficiência Após comentário homofóbico no LinkedIn, funcionário do Grupo Votorantim é demitido

Após comentário homofóbico no LinkedIn, funcionário do Grupo Votorantim é demitido

Após publicar um comentário homofóbico na rede social LinkedIn, um funcionário do Grupo Votorantim foi demitido da empresa.

O profissional trabalhava na Votorantim Cimentos, uma das sete empresas do grupo. Ele havia feito um comentário em um post do Nubank expondo sua desaprovação às lideranças LGBT+ da companhia.

A publicação do banco virtual abordava a importância do espaço para lideranças LGBT+ nas empresas, e traz uma foto do Líder de Comunicação Interna do Nubank.

Pra contextualizar: junho é o Mês do Orgulho LGBT+ e muitas marcas abordaram o tema no mês passado.

A Ana Paula é uma mulher trans e foi acolhida pela dona de um salão de beleza, após ter sido vista comendo comida do lixo. Tatiana criou uma vaquinha online para ajudar a moradora de rua a recomeçar sua vida do zero, saiba como ajudar aqui.

Após comentário homofóbico no LinkedIn, funcionário do Grupo Votorantim é demitido

O comentário reprova exatamente a possibilidade de espaço para integrantes da comunidade LGBT+ em cargos de liderança. “Líder é líder, independente da escolha sexual. Agora ter um líder LGBT… É de uma idiotice sem tamanho”, escreveu o funcionário que trabalhava na Votorantim Cimentos há apenas seis meses.

Após comentário homofóbico no LinkedIn, funcionário do Grupo Votorantim é demitido

Marcada centenas de vezes na seção de comentários do post do LinkedIn por usuários indignados com a afirmação do profissional, a Votorantim se posicionou afirmando que “não admite discriminação ou preconceito de nenhuma natureza”, e que o funcionário em questão foi desligado da empresa.

Após comentário homofóbico no LinkedIn, funcionário do Grupo Votorantim é demitido

Apesar de todo o episódio ter acontecido virtualmente, em nota, a empresa esclareceu que a demissão não aconteceu via internet:

“A Votorantim Cimentos reforça que não admite discriminação ou preconceito de nenhuma natureza, sejam eles de raça, religião, faixa etária, sexo, convicção política, nacionalidade, estado civil, orientação sexual, condição física ou quaisquer outros. A empresa também reitera que possui respeito às pessoas como valor incondicional e condena qualquer postura que não esteja condizente com o seu Código de Conduta. Com isso, após análise desse comportamento repudiado pela empresa, esclarecemos que o autor do post não faz mais parte do quadro de empregados da Votorantim Cimentos.”

O episódio reflete, mais uma vez, não apenas um maior posicionamento efetivo das empresas diante do tema, mas também a forma como o uso das redes sociais em caráter pessoal, muitas vezes para exprimir discursos preconceituosos, pode afetar a vida profissional de forma direta.

Em tempo, homofobia agora é crime no Brasil!

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: B9/Fotos: Reprodução/LinkedIn

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,411FãsCurtir
1,678,641SeguidoresSeguir
8,232SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Aluno usa dinheiro que ganhou de aniversário para pagar ida de amigo a excursão

Um gesto de amizade envolvendo dois estudantes da escola Francisco Murilo Pinto em Bragança Paulista (SP) tem comovido milhares de pessoas na internet.

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Instagram