Empresário traz para o Brasil família de funcionário haitiano e promove reencontro emocionante

“A gente só antecipou o que ele conseguiria sozinho”, diz o empresário Juninho Coken, que ajudou a trazer para o Brasil a esposa e o filho do Jack, seu funcionário haitiano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Juninho tem uma lavanderia em Brusque (SC). Jack estava há nove meses no Brasil quando fez entrevista de emprego para trabalhar na lavanderia. Até então, ele vendia água na rua, com muita dificuldade para se comunicar.

Na entrevista, Jack contou que ninguém o contratava por não saber falar português. Juninho fez diferente, deu uma oportunidade para Jack, e não se arrependeu!

selfie empresario funcionário haitiano filho carro
Juninho com Jack e seu filho no dia da sua chegada ao Brasil. Foto: Juninho Coken/Arquivo pessoal

“Realmente foi muito complicado no começo pra ele se comunicar, entender o que a gente queria que ele fizesse. Até hoje chega alguém pra conversar com ele, e ele me chama, porque ele me entende”, diz Juninho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jack abraçou a oportunidade e começou a juntar dinheiro para trazer a esposa e o filho pro Brasil. Ele revelou para Juninho que esse era o seu maior sonho.

“Quando ele disse que tinha juntado um certo dinheiro e que faltava um certo valor, eu pensei ‘vamos juntar os funcionários e vê o que cada um pode dar’. Teve gente que deu R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 100. Juntamos, deu um valor ‘x’, e o que faltava a minha família completou.”

Reencontro emocionante

O reencontro, após três anos separados, aconteceu no dia 15 de março, e foi aquela emoção!

Inclusive para Juninho, que é casado e tem um filho. Ele se colocou no lugar do funcionário e amigo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com certeza me coloquei muito no lugar dele. Eu tenho um filho de 1 ano e meio. Ficava tentando imaginar como é que o cara conseguia ficar longe da mulher e do filho tanto tempo. Desde que ele entrou, ele mostrava a foto do filho, da mulher. Disse que o sonho dele era trazer a família para o Brasil.”

Jack ainda não é fluente em português, mas comentou que está muito contente por estar novamente junto com a esposa e o filho, e agora pra sempre!

“Muito contente, graças a Deus. Muito obrigado à família Tom da Cor por ter me ajudado. Não dá pra explicar [sentimento de reencontrar a família]”, disse Jack.

haitiano olha janela aeroporto aguardando chegada família brasil
Jack momentos antes de reencontrar a esposa e o filho no Aeroporto Internacional de Navegantes. Imagens: Juninho Coken/Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Favelas Esquecidas” distribuirá cestas básicas para famílias que estão vivendo no isolamento social sem ter o que comer. Clique aqui e apoie.

“Quem realmente trouxe a família dele pra cá foi ele mesmo”, diz empresário

Por isso mesmo, Juninho fez questão de registrar o momento!

“Eu queria ver como eles iam reagir e guardar esse momento, tanto pra mim, tanto pra eles. Imagina ficar três anos sem ver filho e esposa, e o filho dele sem ver o pai. Então foi um momento muito especial.”

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Esbanjando humildade, Juninho comentou:

“Quem realmente trouxe a família dele pra cá foi ele mesmo. Ganhando o salário que estava ganhando e conseguir em praticamente 2 anos e meio juntar uma boa quantia pra trazer a família pra cá, é de aplaudir de pé. A gente só antecipou uma coisa que ele ia conquistar sozinho.”

O vídeo do reencontro já tem mais de 230 mil visualizações no Insta do Razões e mais de 49 mil curtidas!

Dá o play e vem de lencinho:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

No país de Jack, as pessoas podem trocar plástico por dinheiro em um banco especial, além de outros benefícios bem bacanas, espia aqui.

conteúdo original

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,833,091SeguidoresSeguir
24,659SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Uma cachorra que adotou crianças que foram abandonadas pela mãe alcoólatra

Depois que a mãe de Mbogo, de 7 anos e Mbogo, de 6 anos, abandonou os filhos por ter se tornado alcoólatra, a cachorra...

Um bebê de 7 meses abre um lindo sorriso ao conseguir ouvir pela primeira vez

A mãe Michelle Lever postou há alguns dias um pequeno vídeo de seu filho Lahlan usando pela primeira vez seu aparelho auditivo depois do...

Torcida chilena limpa arquibancadas e banheiros do estádio da Chapecoense

É apenas o primeiro jogo do La Calera na Copa Sul-Americana e o melhor cartão de visita foi a atitude da sua torcida.

Lego anuncia peças em braille para desenvolver habilidades de crianças cegas

A marca de brinquedos dinamarquesa Lego anunciou nesta quarta-feira, 24, que desenvolverá uma linha de brinquedos em braille. O objetivo da empresa é permitir que  cegos...

Game de produção nacional coloca mulher negra e nordestina como heroína

Talvez a pergunta mais frequente dos consumidores de jogos eletrônicos ultimamente seja "onde é que atira mesmo?". Num mercado controlado pelas franquias de jogos...

Instagram

Empresário traz para o Brasil família de funcionário haitiano e promove reencontro emocionante 3