Funcionários se unem para ajudar colega angolano a trazer filhas para o Brasil

Clique e ouça:

Olha que iniciativa incrível! Funcionários de uma empresa de São Paulo ficaram sabendo da triste situação do colega de trabalho angolano Makumbo, o Mike, que desde que chegou ao Brasil, tem juntado um dinheirinho para trazer a família toda para cá.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mike está há três anos em terras brasileiras e chegou aqui sozinho, com a esperança de ter uma vida melhor depois que deixou o seu país.

Com muito esforço, ele conseguiu trazer primeiro a esposa Maria e depois a sua filha caçula Paulina.

Foto: Arquivo Pessoal

Mas ainda tem dois pedacinhos dele que ficaram em Luanda, capital de Angola. São as suas filhas Teresa, 15 anos, e Gemima, de 13 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Elas não estão bem lá, estão sozinhas, passando dificuldades, sem a mãe e sem estudar. Eu falo para elas ficarem calmas e que as coisas vão dar certo”, disse ao Razões.

Essas são as filhas Teresa e Gemima que ficaram em Angola! Foto: Arquivo Pessoal

Vaquinha para trazer as filhas

Comovidos com a situação do amigo angolano, que desde 2018 trabalha como terceirado na WeWork (que já apareceu algumas vezes aqui no Razões, relembre). São Paulo pelo Grupo Oikos, os colegas de Mike se uniram para arrecadar fundos e trazer as meninas.

Faltam 3 mil reais para o Mike conseguir o dinheiro das passagens. Você pode fazer uma contribuição clicando aqui.

Foto: Divulgação/WeWork

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ele é uma pessoa muito querida por todos”

A Leticia Pires, Community Manager da WeWork São Paulo, ficou sabendo da história do Mike durante uma conversa com ele. Ao saber que suas filhas ficaram em Angola, ela tomou iniciativa de fazer uma vaquinha.

“Eu disse que precisávamos trazer as filhas, procurei me informar com alguns amigos de como poderíamos ajudá-lo.”

Foto: Divulgação/WeWork

As meninas conseguiram o visto e agora a luta é para conseguir o dinheiro das passagens.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para ajudá-lo a trazer suas filhas, clique aqui.

angolano com colega de trabalho
Foto: Divulgação/WeWork

Programa de Apoio à Recolocação de Refugiados

A WeWork Brasil apoia a causa dos refugiados desde 2018, somando esforços para apoiar sua reinserção no mercado de trabalho brasileiro dentro e fora da comunidade WeWork.

Em parceria com agências da ONU (ACNUR e Pacto Global) e do PARR (Programa de Apoio à Recolocação de Refugiados), a empresa busca aumentar a visibilidade do tema e engajar empresas interessadas em apoiar a causa, realizando eventos de sensibilização e workshops de recrutamento e seleção.

Leia também:Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

conteúdo original

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,027,050FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
12,017SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Policiais unem-se a manifestantes em ato contra racismo e violência, nos EUA

É preciso tomar muito cuidado com generalizações, afinal, a profissão e a raça de uma pessoa não podem a definir. E para provar isso, diversos...

Engenheiro cria próteses gratuitas para pessoas carentes em impressora 3D

Aos 24 anos, o engenheiro industrial Guillermo Martinez decidiu usar todo seu conhecimento e criatividade em prol das pessoas carentes. Depois de comprar uma...

Pela primeira vez o Solstício de verão de Stonehenge será transmitido online

Pela primeira vez na história poderemos acompanhar o solstício de verão de Stonehenge online, o evento marca o dia mais longo do ano e...

Instagram