Funcionários dão radinho de pilha e roupas para morador de rua

Não é porque uma pessoa mora em situação de rua que ela é menos humana do que uma que tem um teto onde morar, pelo contrário. O morador de rua tem sentimentos e não escolheu dormir todas as noites em cima de um pedaço de papelão na calçada e sobreviver de restos de comida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essas pessoas foram parar nas ruas por vários motivos, menos porque querem estar lá. Não conseguimos imaginar coisas muito piores do que receber olhares que tiram o pouco de humanidade que ainda lhe resta. Tratá-las com respeito é o mínimo que todos deveriam fazer.

Leia também: Vendedores compram celular para jovem que olha carros no Rio

Os funcionários de uma loja da Renner, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, fizeram isso e mais um pouco. Eles surpreenderam Solimar, um morador de rua conhecido de todos no comércio da cidade, com um radinho de pilha e roupas no dia do seu aniversário.

“E hoje foi o dia dele ,morador de rua conhecido de tantos, sempre com sua fiel companheira ,a Maristela ou Magricela,( ) e para tantos ele é apenas mais um ,as vezes inconveniente,por seu vício,mas um ser humano,que nós, da Renner, lhe fizemos uma surpresa, agradecido ele chorou e nos fez chorar,e pensar na vida!! Esse é o Solimar , ” o SOL e MAR como ele diz “vivo na rua e sou feliz!! Que Deus o abençoe!!”, escreveu a funcionária Valéria de Paula em um post no seu perfil do Facebook.

A atitude de Valéria e dos colegas comoveu os internautas. Muitos deles disseram que os funcionários da loja fizeram diferença na vida do morador de rua, e que sua atitude deveria ser mais recorrente em tempos marcados pelo individualismo e indiferença às pessoas que mais precisam de ajuda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Parabéns pela atitude!!! Em época de tanto individualismo e indiferença… DEUS está presente nas coisas simples… mas que realmente nos fazem VER o verdadeiro sentido da VIDA. ‘FAZER O BEM SEM OLHAR A QUEM’”, comentou uma internauta na publicação.

“Pessoal, eu fico aqui me perguntando de que iria valer a vida, se não fossem momentos como esse, de empatia, podendo trocar essa energia tão boa! O sorrido de todos vocês ele jamais vai esquecer, que showw”, escreveu outra pessoa.

Nota da Redação:

Tentamos contato com a Valéria para saber mais sobre o Solimar, mas não tivemos retorno até a publicação desta matéria.

crédito das fotos: Reprodução/Facebook Valéria de Paula

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,629FãsCurtir
1,763,473SeguidoresSeguir
8,641SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram