Professores colocam gangorras na fronteira EUA-México e crianças dos dois lados brincam juntas

Crianças de dois países diferentes brincando em gangorras, cada uma sentada de um lado do muro, na fronteira entre Estados Unidos e México. Não se fala de outra imagem nesta terça-feira (30). Afinal, se crianças separadas podem se divertir juntas, o que impede esses dois países de terem relações mais amistosas?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As gangorras cor-de-rosa foram instaladas por dois professores ao longo da fronteira entre o Sunland Park, no Novo México, e Ciudad Juárez, no México.

“O muro tornou-se um ponto de apoio para as relações EUA-México, e os adultos foram conectados de maneira significativa em ambos os lados com o reconhecimento de que as ações que acontecem de um lado têm uma consequência direta para o outro lado”, explicam Ronald Rael, professor de arquitetura, e Virginia San Fratello, professora de design.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por Ronald Rael (@rrael) em

A ideia surgiu de Donald Trump se tornar presidente dos Estados Unidos com a promessa de que construiria um muro na fronteira dos EUA com o México. Em um post no Instagram, Rael disse que ele e Fratello tiveram a ideia há 10 anos.

O professor compartilhou um vídeo que mostra crianças e adultos de ambos os lados rindo, conversando e se divertindo enquanto brincam nas gangorras cor-de-rosa. A instalação ganhou mais visibilidade e rodou o mundo depois que o ator mexicano Mauricio Martínez destacou o projeto no seu Twitter.

Batizado de “Muro Gangorra” (Teetertotter Wall), o projeto foi realizado logo após a Suprema Corte dos EUA afirmar que o governo de Donald Trump tinha autorização para gastar US$ 2,5 bilhões de orçamento militar para construir o muro prometido em sua campanha para presidente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: B9/Foto: Reprodução/Instagram @rrael

 

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após vencer um câncer na infância, jovem escolhe a enfermagem para retribuir os cuidados que recebeu

Mayara Majevski, 25 anos, é enfermeira no Setor de Oncologia do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. A instituição recebe 100 novos pacientes com câncer...

Restaurante de Florianópolis é o primeiro do país a ter o selo ‘lixo zero’

Assegurar o consumo sustentável até 2030, imagina? É uma das metas elaboradas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para proteger o planeta. Em Florianópolis, um restaurante...

Pimeira embaixadora brasileira com síndrome de Down da L’Oréal Paris junta-se a nomes como Taís Araújo e Iza

Acreditar não é clichê, acreditar é ação. E não, não precisamos acreditar sozinhos!. Foi com essas palavras que Maria Júlia de Araújo Dias, a...

Veja o que crianças japonesas fizeram ao ver que uma pessoa deixou a carteira cair no chão

Já falamos inúmeras vezes de como temos confiança que as crianças são nosso melhor futuro. Seja pela clareza com que elas estão lidando com...

Cidade nos EUA comemora Natal fora de época para menino com câncer

A cidade de Port Clinton comemorou o Natal mais cedo este ano. A comunidade, localizada no estado de Ohio, nos Estados Unidos, decidiu enfeitar...

Instagram

Professores colocam gangorras na fronteira EUA-México e crianças dos dois lados brincam juntas 1