[VÍDEO] Gari dá verdadeira aula de história para explicar o racismo no Brasil

Tudo começou quando o gari Jr Jota publicou 2 fotos em seu Facebook. A primeira, era de um grupo de médicos brasileiros onde não havia um só negro e a segunda, um grupo de garis do Rio de Janeiro, onde todos eram negros. Seu objetivo era propor uma discussão sobre o racismo estrutural brasileiro, mas muitas pessoas o criticaram, dizendo que ele estava de “mimimi”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionado: Professora aposentada emociona plateia da FLIP ao contar sobre sua luta contra o racismo

Para explicar aos internautas que aquilo não era “mimimi”, Jota decidiu apagar as 2 fotografias e postar um vídeo explicativo, que é uma verdadeira aula de história, que todos os brasileiros deveriam assistir. Durante 6 minutos ele consegue criar uma linha do tempo desde os tempos da escravidão até hoje, estabelecendo uma ligação real entre a situação dos negros hoje no Brasil, mostrando para quem o criticou que a situação é mais séria do que eles acham.

Sabemos que a abolição da escravidão no Brasil se deu em 1888 e que nosso país foi um dos últimos a acabar com a prática, mas dizer que a escravidão foi abolida talvez seja uma afirmação um tanto imprecisa, já que isso não significa que os negros magicamente conseguiram trabalhar e a ganhar espaço e respeito na sociedade brasileira.

Como o próprio Jota afirma: Quando o negro foi solto da escravatura no Brasil, ele foi simplesmente largado”. Os negros deixaram de ser escravizados, mas como não sabiam ler, nem escrever, continuaram a viver no submundo e a fazer os trabalhos que ninguém queria fazer. Sem condições de viverem nas grandes cidades, passaram a viver nas periferias, formando as favelas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A questão é que, é muito fácil os brancos dizerem que as fotos que Jota postou eram “mimimi”, mas antes de mais nada é preciso aprender a história, para ser possível de compreender o que acontece hoje. Sim, infelizmente o Brasil ainda é um país racista e os negros ainda sofrem diversos tipos de preconceitos, como o gari faz questão de expor: “Então sim, não é igual. O Brasil é sim um país racista. A gente tem sim coisa pra reclamar. Se você branco não sabe, é chato passar na rua e na mesma hora a polícia te parar”.

Para compreendermos a situação atual é necessário que saibamos reconhecer nossos problemas e nossa história. É fundamental que as pessoas privilegiadas saibam reconhecer que o racismo existe até hoje e a aula de Jota talvez possa ajudar. Assista o vídeo abaixo:

Com informações de Hypeness

Fotos: reprodução vídeo Facebook /  Jr Jota

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,020,257FãsCurtir
2,152,175SeguidoresSeguir
11,488SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Após alagamento, vaquinha arrecada R$117 mil e idosos ganharão um lar novo (BA)

Os velhinhos da Casa de Idosos Giuseppe Aras, em Itabela (BA), vão ganhar um lar novo! O asilo onde os 34 idosos moravam ficou alagado...

Pescadores salvam 5 tartarugas marinhas presas em rede de pesca

Na praia de Araranguá, em Santa Catarina, o que tinha tudo para ser apenas mais um dia normal para alguns pescadores, transformou-se em uma...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Itália começa a sair do confinamento com reabertura de comércio e igrejas

Hoje (18) o dia amanheceu diferente na Itália. Amanheceu “lindo e excitante” como descreveu um barman de Roma. Após dez semanas de portas fechadas, lojas,...

Instagram