Garota de 18 anos já conquistou 6 medalhas em Olimpíada de Matemática e recebe menção honrosa em premiação

No último dia 14, no Rio de Janeiro, aconteceu o OBMEP –  evento com os estudantes medalhistas da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas de 2017. A cerimônia, que premiou os melhores resultados do ano, contou com alguns dos alunos bolsistas do Instituto TIM, que recebem uma ajuda de custo mensal no valor de R$ 1.200,00 do Instituto TIM. A iniciativa tem como objetivo dar apoio financeiro para que esses jovens talentos de famílias de baixa renda, possam cursar a universidade. O instituto TIM investe na OBMEP desde 2014, dando oportunidade para jovens de todo o Brasil, que não teriam condições de iniciar uma graduação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ana Maria Paludo, de Pato Branco, no Paraná, já conquistou uma medalha de ouro, quatro de prata, uma de bronze e uma menção honrosa na OBMEP. Ela sempre foi apaixonada por matemática, e agora estuda na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), para se tornar professora. Com a bolsa que possui, ela ajuda nas despesas de casa, compra livros e materiais para a graduação, além de conseguir ter mais tempo para se dedicar aos estudos. A mãe de Ana é costureira e trabalha em casa com as tias. Seu pai sofreu um acidente de caminhão enquanto trabalhava no exército, o que acabou afetando sua coluna. Ele trabalhou depois como eletricista e na área administrativa de um escritório, mas ao longo do tempo houve desgaste nos ossos da coluna. Depois de duas cirurgias, o problema não foi resolvido e o médico recomendou não tentar novamente. Hoje, ele não pode mais trabalhar e recebe auxílio-doença. Como o salário de sua mãe não é alto e seu pai tem muitos gastos com remédios, Ana aproveita a bolsa para ajudar a família.

Ana Maria tem apenas 18 anos, e afirma que quando era criança sua brincadeira preferida era a de fingir que era professora, sempre gostou de ensinar e é apaixonada por matemática, desde sempre. “A matemática me encantava pela precisão, pela lógica, pelo uso no dia a dia”.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Divulgação

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,458,764SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

140 voluntários promovem corrida para garoto que perdeu a visão

Cerca de 140 voluntários promoveram uma corrida especial para Natanael, em que todos usaram vendas.

Rainha Elizabeth adota cãozinho de funcionário que faleceu

Um gesto à altura do seu título: nobre!

Bailarina surda cria técnica através da vibração do som e continua dançando

Wilmara Marliére é bailarina e, desde criança, esse sempre foi seu sonho. Como todo sonho, pra vencê-lo, ela teve de vencer várias batalhas. A...

Artistas contam e recontam clássicos infantis em ônibus de Fortaleza

Funciona assim: um conta um trecho de um conto de fadas que quase todo mundo já leu, viu ou ouviu falar e, logo em...

Para criar a filha com paralisia, mãe assa pães em forno emprestado do vizinho e comove internautas

A dona Sonia Maria dos Santos, 58 anos, assa pão em um forno emprestado para não deixar faltar nada à filha com paralisia. Criamos uma...

Instagram