Garota de nove anos faz carta para seu professor que se assumiu gay

Uma garota de nove anos escreveu uma carta fofa para seu professor, após ele se assumir gay em uma aula para combater homofobia e bullying.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na carta, ela diz:

“Caro Sr. R, mesmo você sendo gay, eu sempre vou tratá-lo da mesma forma que eu faço agora. Eu ainda penso em você da mesma forma como eu costumava fazer. Você é um grande professor e estas são apenas algumas das palavras que eu usaria para te descrever: ótimo, incrível, fantástico, brilhante, impressionante e corajoso.

A razão pela qual eu digo “Bravo!” é porque você compartilhou um segredo pessoal que foi muito corajoso. Você não tem que se sentir com medo, porque eu sei que todos na classe se sentem da mesma maneira que eu.

Assinado: A x x.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

obs. Estamos todos orgulhosos de você “

Em uma entrevista ao “PinkNews”, o Professor disse:

“Sendo um professor de escola primária eu sempre fiquei preocupado em mencionar a minha sexualidade. Como parte da semana anti-bullying, eu perguntei quem tinha ouvido o termo gay sendo usado como um insulto. Quase todos da minha classe colocaram as mãos para cima. Eu fiquei atordoado. Perguntei ainda quem achava que as pessoas que são gays ou lésbicas são ruins ou erradas de alguma forma. E mais uma vez quase todas as mãos se levantaram.

Depois de falar com o meu chefe, nós concordamos que eu poderia dizer a classe que eu sou gay.

A reação foi fantástica, havia um monte de suspiros e olhares chocados e algumas questões básicas como: ‘você tem um namorado?’. Mas, depois de alguns minutos, nós apenas continuamos a aula. A carta veio uns dias mais tarde. A menina que escreveu me entregou no início do dia. Ler isso trouxe lágrimas aos meus olhos e levou um tempo para me recompor. Quando eu agradeci ela apenas deu de ombros e repetiu algo que um dos meninos da turma havia dito durante a aula: ‘É apenas a sua vida’. Em seguida ela voltou para seus exercícios de matemática.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para a turma foi uma surpresa, mas foi algo simples e fácil de arquivar como outra peça de informação. Não houve julgamento, apenas aceitação.

Agora, eu posso falar sobre meu noivo normalmente, como qualquer outro professor, e minha turma me conhece um pouco melhor. Eu já recebi um monte de cartas e cartões ao longo dos anos, mas este eu sei que vou guardar para sempre”.

10371962_932375016790025_5606699608503945467_n

Post originalmente publicado no Nada Errado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Grupo de debate de alunos de Harvard perde competição para detentos de NY

Eles ganharam de todas as equipes da Ivy League por todo o país, mas quando a equipe de debate de Harvard enfrentou a dos presidiários de Nova...

Da periferia de SP para os EUA: A trajetória do estudante de medicina que virou pesquisador em Harvard

"Como médico quero defender a saúde como direito de todos e agir em sua expansão nas áreas mais periféricas. Como pesquisador, quero produzir conhecimentos que melhorem a vida diária das pessoas”.

Coloque roupa e “Amor no Cabide” e deixe para alguém que precisa se agasalhar

O inverno já está acontecendo e o projeto 'Amor no Cabide' convida todos a doar um agasalho para quem não tem o que vestir...

Projeto Bebênfeitor pretende gerar renda extra para as mães com bodies

Uma loja virtual de bodies para bebês que represente (e financie) mães empreendedoras sociais. Essa é a ideia do Projeto Bebênfeitor, que foi criado...

Jovem que estava paralisada faz surpresa para enfermeira que a cuidou

Uma garota que ficou paralisada da cintura para baixo durante o período de 11 dias, fez uma surpresa e tanto para sua enfermeira favorita,...

Instagram

Garota de nove anos faz carta para seu professor que se assumiu gay 4