Senhora adota bebê com AME que hoje mora em hospital e foi abandonada por genitora no RJ

A Pérola não podia ter nome mais apropriado para ela. Essa princesa de apenas 4 anos tem AME e desde os seus seis meses de vida vive em um hospital no Rio de Janeiro. Só que agora ela ganhou uma super mãe: a dona Iranete.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, a dona Iranete precisa muito de ajuda para cuidar da Pérola. Ela abandonou seu emprego de babá para cuidar da pequena. Sozinha, vive de aluguel em uma pequena casa com ajuda de um neto.

Ficamos sabendo da história dessas duas guerreiras e lançamos uma vaquinha na Voaa para ajudá-las. Queremos dar um lar digno para que Dona Iarenete possa levar a Pérola para casa. Contribua para a vaquinha!

Pérola e dona Iranete
Foto: arquivo pessoal

Bebê sofria maus-tratos da genitora

Dona Iranete tem 59 anos, já é mãe de outros 3 filhos e avó de 8 netinhos. Ainda assim,  com o coração enorme que tem, adotou Pérola.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E a vida das duas se cruzou de forma muito triste. Essa garotinha, de 4 anos, foi deixada na casa de dona Iranete com o corpo cheio de marcas de queimadura de cigarro e outros maus-tratos. Pérola tinha apenas 2 meses na época.

Dona Iranete levou a garotinha para um hospital no Rio de Janeiro, onde constataram que ela também tinha AME, uma doença genética rara que compromete diversos movimentos da Pérola.

Pérola e dona Iranete
Foto: arquivo pessoal

Família sobrevive de doações

Desde o dia que deu entrada no hospital, Pérola não saiu mais. E também, desde esse tempo, dona Iranete passou a “morar” no quarto, já que passa mais tempo lá do que na casa que o seu neto alugou para ela.

A casa que dona Iranete vive não tem estrutura que atenda as necessidades mais básicas da Pérola. É por isso que ela precisa de um novo lar. Só assim poderá levar a pequena para sua residência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

mulher com bebê

Elas sobrevivem de doações das poucas pessoas que conhecem a sua história. Apesar de ter pedido um auxílio para a Pérola, o valor ainda não foi autorizado.

Todo dinheiro arrecadado com a vaquinha será para dona Iranete comprar uma casinha, onde ela poderá estrutura com tudo o que a Pérola precisa.

É necessário, por exemplo, adaptar um quarto de UTI para que a garotinha possa sair do hospital em segurança.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vamos transformar essa história juntos?! Clique aqui e contribua com essa vaquinha!

 

selo conteúdo original

 

VEJA TAMBÉM:

A Patrícia Ramos é uma mulher maravilhosa dando surra de autoestima na internet, contou pra gente que nem sempre foi assim!

A importância do amor próprio por Patricia. Vejam:

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,266,727SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Conheçam o homem que salvou 669 crianças e nunca falou nada

Esta pode ser a primeira vez que você está ouvindo seu nome, mas Nicholas Winton é um verdadeiro herói. Nicholas, um homem britânico, é...

Supermercado providencia carrinho de compras adaptado para menino com necessidades especiais

A emoção tomou conta da mãe: “Nossa, que alegria. Pra mim, é tudo. É uma conquista”.

Katy Perry conversa e tira foto com fã que foi assaltado

Que a Katy Perry é uma fofa com os fãs, todo mundo sabe. E em sua passagem pelo Brasil, ela está causando e deixando...

Faculdade dá bolsa de pós-graduação para gari que defendeu TCC com farda

Comovida com sua história, uma faculdade particular concedeu ao gari Ednilson de Pontes Silva uma bolsa de pós-graduação, em João Pessoa (PB).

Estudantes vão ao Centro do Rio para remover marcas de protesto feitas por vândalos

Estudantes que participaram da manifestação no Centro do Rio na noite desta segunda-feira (17) começaram a chegar ao entorno da Assembleia Legislativa do Rio de...

Instagram

Senhora adota bebê com AME que hoje mora em hospital e foi abandonada por genitora no RJ 2