Em meio ao terror garotinho sírio protege a irmã de bombardeio em gesto de amor

Eu não consigo compreender o motivo de ainda existirem guerras em 2018. Tantas vidas perdidas, tantos sonhos jogados no lixo, tantas chances de fazer o bem desperdiçadas. É difícil falar sobre guerra e sobre a triste situação da Síria, que começou em 2011 e ainda, infelizmente, não tem data para acabar, mas uma fotografia que vem sendo compartilhada na Internet nos faz pensar sob uma nova perspectiva: a do amor, do cuidado e a das relações humanas. Trata-se de um garotinho sírio, que mesmo no meio da destruição, da morte e do medo, fez questão de proteger sua irmã, oferecendo seu colo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Não tem como não se emocionar com esta imagem, rezar para que este desespero acabe logo, para que as pessoas finalmente consigam viver em paz e para que as crianças possam finalmente ser crianças e viver em um mundo melhor, mais justo, seguro e equilibrado.

Com informações de Revista Pazes

Foto: انتهای پیام

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,636,434SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Expedição viaja o mundo atrás de ações de voluntariado

A Expedição Mutare é formada por um grupo de voluntários que vão dedicar um ano inteiro para rodar toda a América Latina com a...

Educadora cria site para diminuir a falta de informação sobre educação inclusiva: Tem até curso via WhatsApp

O site 'Inclutopia', criado pela pedagoga Fabiana Leme, tem até cursos via WhatsApp sobre educação inclusiva para professores e familiares de alunos.

Gatinha que foi abandonada grávida, encontra lar cheio de amor e tem os filhotes mais fofos que você vai ver aqui

Nakoma morava com uma família de tutores, na cidade de Salem, em Oregon (EUA), quando foi abandonada. Eles mudaram de casa e não levaram...

Revolução verde dentro da periferia de São Paulo

Desde 2010, a família Miranda de Moura realiza ações de sustentabilidade, inovação e empreendedorismo social.

Filha de diarista e cobrador de ônibus é aprovada em Medicina na USP e Unicamp aos 21 anos

De Paulínia, interior de São Paulo, para o mundo, a estudante Monaliza Ávila, 21 anos, foi aprovada em Medicina após concorrer com mais de...

Instagram