Garoto autista que se emocionou ao ganhar 20 inscritos no YouTube passa de 40 mil

Para quem comemorou 20 inscritos em seu canal no YouTube, chegar a mais de 40 mil seguidores é uma emoção indescritível e que fez Guilhermo Henrique sonhar com algo ainda maior! 💭

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vamos lá nessa caçada rumo a um milhão, galera”, disse ele em um vídeo de agradecimento no canal “Ciências do Gui *o autista da ciência*”.

Guilhermo tem 14 anos, é autista, e sofre de uma doença degenerativa grave. A mãe dele, Duda Castro, sugeriu criar o canal para o filho interagir mais com as pessoas e ter uma atividade para se entreter, já que estava ficando sem forças para brincar em função da doença.

Duda gravou a reação do Gui ao ver que tinha alcançado a marca de 20 inscritos e postou nas redes sociais. Desde então, mais 40 mil pessoas se inscreveram no canal, que não para de crescer. “Ele está muito, mas muito feliz, e dizendo o tempo todo que vai ganhar uma placa do YouTube“, disse a mãe.

A placa é dada para os canais que atingem 100 mil ou 1 milhão de inscritos.

Gui conquista inscritos no canal falando sobre ciência e saúde

Os vídeos do canal do Gui são super maneiros e todos eles relacionados a assuntos como ciência e saúde. “Ele mesmo é quem escolhe o tema, estuda, se prepara, eu ajudo a gravar e ele edita os vídeos”, disse Duda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gui, o youtuber autista, em mais um vídeo do seu canal

E para chegar à marca de 1 milhão de inscritos, Gui não mede esforços. “O canal só está crescendo. Ele está muito feliz, quer chegar a um milhão, tem muitos comentários bacanas no canal e ele passa boa parte do dia respondendo. Faz vídeo toda terça, quarta e sexta e ‘ai de mim’ se eu não quiser gravar com ele, tem que gravar“, disse a mãe.

Eu agradeço a cada um de vocês que está me apoiando em cada passo desse em busca da minha fama”, disse o Gui em mais um dos vídeos. “Ele ainda não tem a dimensão do que é ser famoso, mas está super animado com toda a repercussão”, comenta Duda.

Mãe batalha para descobrir doença degenerativa do filho

Guilhermo é um garoto muito forte. Logo ao nascer ele teve rubéola e perdeu parte da audição. Com um ano e sete meses a mãe recebeu o diagnóstico de autismo do filho. E mais recentemente a família descobriu que o adolescente possui uma doença degenerativa desconhecida pelos médicos.

Garoto autista que sonha ser youtuber faz exame
Guilhermo fez vários exames que descartaram a hipótese de leucemia, mas médicos desconfiam de doença degenerativa grave. Foto: Arquivo pessoal

“Ele começou a perder força até mesmo para segurar o irmãozinho de 8 meses. De 3 anos pra cá, ele começou a perder cabelo, a perder peso, ficar muito magro, parou de brincar, começou a ficar só sentado, e muito cansado. Fizemos uma vaquinha, juntamos um dinheiro, várias pessoas ajudaram, e fizemos exames que descartaram a hipótese inicial de leucemia, mas os médicos desconfiam agora de uma doença degenerativa”, explicou a mãe.

Garoto autista que sonha ser youtuber sofre de doença degenerativa
Foto: Arquivo pessoal

A mãe de Guilhermo é divorciada e tem outros dois filhos. A família mora em Porto Velho (RO) e Duda, que é psicoterapeuta, teve que largar o trabalho para cuidar do Gui. Eles se mantêm com a pensão dos filhos e com um benefício social, renda que não ultrapassa os R$ 1.200,00 por mês.

Gente, fala se essa mãe não é mesmo uma heroína?! 🦸🏻‍♀

Guilhermo, garoto autista youtuber, com sua mãe
Mãe e filho. Foto: Arquivo pessoal

Para fazer exames específicos, a mãe terá que levar Gui para São Paulo ou Rio de Janeiro.

Eu falo de coração que quero usar essa força do canal do Gui para conseguir cuidar da saúde dele. De repente, conseguir algum hospital, alguém de coração generoso que nos ajude a chegar ao diagnóstico porque essa doença está destruindo os músculos dele, deixando o Gui sem energia”, disse Duda.

Clique aqui e apoie a vaquinha para o tratamento do Gui.

Gui adora estudar, quer se curar e ficar famoso

Duda é o porto-seguro de Gui e em alguns dias ela precisa ser mais forte do que já é de costume. “Quando ele está fraquinho, ele me pergunta se vai morrer“, disse Duda.

Nossa, que aperto no coração deu aqui, gente. 😟

Guilhermo, o youtuber autista, e seu irmão
Guilhermo e o irmão Felipe Gabriel se divertem juntos. Foto: Arquivo pessoal

Porém, a mãe tem tranquilizado o garoto e, hoje, ele tem a esperança de que vai ficar bem assim que iniciar o tratamento correto para o seu problema de saúde.

Gui é uma criança ativa e estudiosa, tira boas notas na escola e é bastante curioso. A debilidade por causa da doença o tem deixado menos participativo, mas o canal veio para fazê-lo esquecer pelo menos temporariamente as dores e as dificuldades.

Tudo o que ele diz é que quer se curar e ficar famoso“, disse Duda.

Então, gente! Vamos ajudar o Gui? Você pode contribuir com a vaquinha online para o tratamento dele ou simplesmente se tornando mais um seguidor do Ciências do Gui *o autista da ciência*.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,752FãsCurtir
1,764,126SeguidoresSeguir
8,645SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram