Loja dá celular de presente para menino de 13 anos que sugeriu pagar parcelas com a venda de doces

O garoto Carlos Eduardo Almeida, de 13 anos, chegou com uma proposta inusitada para os vendedores de uma loja de eletrônicos, no Macapá. Ele queria comprar um celular, mas só podia pagar parcelas de R$ 50 por dia, até quitar o aparelho e poder retirá-lo.  O dinheiro, Carlos disse que ia conseguir vendendo doces na rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

loja dá celular de presente para garoto
Foto: Caio Coutinho

Pedido comoveu gerente da loja

A proposta comoveu os funcionários e o Leonir Lima, gerente de compras da loja. Ele conta que uma das vendedoras foi contar a história de Carlos e ele fez questão de conversar pessoalmente com o garoto.

Ele chegou em uma de nossas lojas e chamou a vendedora e perguntou se poderia comprar um celular, deixando R$ 50 todo dia, até pagar tudo. Quando ele terminasse de pagar poderia retirar o aparelho. A vendedora me chamou e eu perguntei para ele qual seria a finalidade e ele prontamente me disse que era pra estudo“, recorda.

loja dá celular de presente para garoto
Foto: Reprodução/Rede Social

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leonir então resolveu dar o aparelho de presente para Carlos, mas com a condição de que ele não largasse os estudos.

Aparelho será usado para estudo

A necessidade de comprar um celular veio quando Carlos começou a ter aulas online, devido a pandemia. Ele também gosta muito de um jogo eletrônico de batalhas e queria um aparelho para acompanhar os amigos no game.

loja dá celular de presente para garoto
Foto: Caio Coutinho

Carlos é de uma família muito humilde. Ele mora com os avós e mais 4 familiares numa casa simples no bairro Brasil Novo, na Zona Norte da capital. Para ajudar no sustento da casa, o garoto vende os chocolates e balas desde 2019.

Como não tem o valor integral do aparelho, Carlos então teve a ideia de ir até a loja e fazer a proposta de pagar R$ 50 diariamente, até que quitasse o produto e pudesse retirá-lo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Carlos sonha em estudar para se tornar militar do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM).

Tomara que você alcance todos os seus sonhos Carlos! E não largue os estudos!

Fonte: Rede Repórter

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,634,668SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Alunos fazem rifa para ajudar professor que está há dois meses sem receber

Professor não recebia salário há dois meses e meio.

Condomínios não podem proibir moradores de criar animais em casa, decide STJ

Pela decisão do STJ, só pode haver proibição caso o animal represente risco à segurança, à higiene e à tranquilidade dos demais moradores do condomínio.

Aluna leva filha para assistir aula e professor inclui nome da menina na chamada

Em algumas ocasiões, a estudante de Design, Thami Maitra dos Reis, 27 anos, de Uberlândia (MG), precisa levar para a faculdade sua filha Bruna,...

Mãe gorila beija, amamenta e embala seu filhote que tinha acabado de nascer

Calaya é uma gorila que vive no Zoológico Nacional de Smithsonian, em Washington - Estados Unidos e, no último domingo teve Moke, um machinho...

Cão se sente culpado por ter roubado brinquedo de bebê e pede desculpas de forma adorável

Já postamos várias vezes aqui no RPA, histórias de animais que mostram ter sentimento e compaixão com outras espécies, incluindo a humana. Pois vejam esse...

Instagram