Início SOCIAL Voluntariado Vídeo de garoto vendo cores pela 1ª vez mobiliza compra de óculos...

Vídeo de garoto vendo cores pela 1ª vez mobiliza compra de óculos para alunos daltônicos

Para Jonathan Jones, a tabela periódica fixada na parede da sua sala de aula parecia uma fileira de quadros sem diferença entre eles.

Certo dia, o estudante do 7º ano do ensino fundamental utilizou um par de óculos especiais que magicamente lhe permitia ver todos os tons de cor da tabela periódica.

Ele mal podia acreditar no que estava vendo. A tabela periódica brilhava nas cores verde, roxo, rosa e amarelo – cores que ele nunca soube que estavam lá.

Em um vídeo viral gravado por um professor, Jonathan, 12 anos, olha em volta, abre um sorriso no rosto e começa a rir junto com seus colegas de classe, dando a todos um sinal de positivo. Então, ele tira os óculos e coloca as mãos sobre o rosto. Tomado pela emoção, começa a chorar.

Vídeo de garoto daltônico vendo cores pela 1ª vez

Óculos aprimoram percepção das cores entre daltônicos

“Eu leciono há 25 anos, mas ver essa reação no rosto dele, de pura alegria misturada com felicidade e tristeza, tudo ao mesmo tempo, foi uma experiência única e incrível para mim”, disse o professor Scott Hanson, que trabalha na Lakeview High School, em Cottonwood, Minnesota (EUA).

Leia tambémGaroto usa dinheiro da mesada para comprar óculos para amigo daltônico ver as cores

Os óculos foram entregues a Jonathan pelo professor Scott, que também é daltônico.  Os óculos aprimoram a percepção das cores para pessoas com daltonismo.

Vídeo de garoto daltônico vendo cores pela 1ª vez

Os pais de Jonathan, Carole e Don Jones, estavam na sala de aula quando Jonathan colocou os óculos pela primeira vez. Quando viram sua reação, começaram a refletir como pagariam pelos óculos, que geralmente custam entre US$ 269 a US$ 429 (R$ 1129 a R$ 1801).

“Passou a ser fundamental para nós que ele tivesse um par daquele em casa”, disse Carole Jones, mãe do garoto.

Vídeo de garoto daltônico vendo cores pela 1ª vez

A família de Jonathan conseguiu juntar o dinheiro e comprou um par para ele. No entanto, eles também queriam ajudar um colega daltônico do filho, que precisava dos óculos também. Foi então que decidiram criar uma vaquinha virtual na plataforma GoFundMe visando levantar US$ 350 para a compra do objeto.

No entanto, a campanha superou de longe a meta estipulada: incríveis US$ 28 mil foram arrecadados, suficientes para comprar 80 óculos especiais!

Vídeo de garoto daltônico vendo cores pela 1ª vez

A empresa EnChroma, que fabrica os óculos, afirmou posteriormente que para cada óculos adquirido, doará outro para alguém que precisa. Em outras palavras, 160 óculos serão doados para crianças e jovens com daltonismo! Sensacional, né?

Confira o vídeo:

Leia também: Com apenas um teste de impressão, Canon consegue detectar sinais de daltonismo em crianças

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: The Washington Post/Fotos: Reprodução/Twitter

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,274FãsCurtir
1,677,288SeguidoresSeguir
8,215SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Vizinhos cuidam da lavoura de família que busca tratamento para filhas

Essa é uma daquelas histórias para encher o nosso coração de esperança nesse início de ano. Mais de 100 pessoas fizeram um mutirão para...

Fotógrafo capta momento em que esquilo cheira flor amarela e imagem viraliza

As fotos foram publicadas no Instagram e Facebook há quase dois meses, mas só agora viralizaram na internet.

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Instagram