Garoto de 11 anos dá exemplo ao escrever carta para o primeiro-ministro australiano após vetar Casamento Gay

A carta já começa desta forma: “Meu nome é Orlando Burcham, tenho 11 anos e eu gostaria de saber por que você não permitiu o Casamento Gay na Austrália”. Um menino de 11 anos de Newcastle, Austrália, escreveu uma carta ao primeiro-ministro australiano Tony Abbott, que vetou o casamento igualitário no país, exigindo que o político de 56 anos explicasse seu posicionamento homofóbico, conforme o site australiano Same Same.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Já que a maioria dos australianos são bem casados, então por que você está impedindo todos os homens e mulheres gays de se casarem neste belo país?” E sua carta continua: “Minha mãe é gay e, ainda pior, a sua própria irmã é gay! E milhares mais também.”

carta_gay

“É tão patético que você não está deixando as pessoas gays da Austrália e de outros países se casarem aqui”, Orlando repreende. “Milhões de pessoas no mundo quando vêm para a Austrália pensam “Uau! Este lugar é ótimo! Vamos nos casar aqui! “ E logo eles se lembram de que eles não podem. Então, eles gastam milhares de dólares para ir em algum lugar onde eles podem se casar. Minha mãe é casada, mas ela teve que ir para Nova York, o que custou um monte de dinheiro.”

Ele termina a carta, lembrando Abbott:
“Você foi eleito para representar o nosso país, e não a si mesmo. Só porque você acha que é errado, não lhe dá o direito de torná-lo ilegal. Nossas opiniões não são importantes para você? Só porque você é o primeiro-ministro, isso não lhe dá todo o poder.”
“Eu espero que você mude de idéia.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

carta_menino

Para surpresa de Orlando, Abbott respondeu a carta do garoto. Segue abaixo a sua resposta evasiva, fraca e conveniente para si mesmo:
“Caro Orlando,
Obrigado por me deixar saber a sua opinião sobre o casamento do mesmo sexo.
Eu aprecio os sentimentos profundos que muitas pessoas na comunidade têm em ambos os lados da questão.
O Governo apoia a atual definição de casamento contida na Lei do Casamento de 1961. Qualquer alteração desta política seria uma questão para o Parlamento.
Minha opinião pessoal é apoiar a atual definição de casamento.
Apesar de discordar sobre o assunto, eu respeito os pontos de vista que você apresentou.
O diálogo permanente entre o governo e os cidadãos mantêm a nossa democracia forte.
Obrigado mais uma vez para escrever para mim.”

carta

Porém Orlando não ficou comovido. Ele diz que está decepcionado com a mensagem do primeiro-ministro. A Australian Marriage Equality compartilhou as duas cartas em sua página oficial do Facebook. Nos comentários a mãe de Orlando escreveu: “Estou tão orgulhosa do meu menino, ele tem um coração tão lindo por justiça. Ele se sentou e escreveu esta noite depois de ouvir uma notícia. A única dica era “mãe, como se escreve bonita?”, e então, “como se escreve patético?”.

carta_australia

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A atitude deste garoto é um sinal de esperança, de que o mundo está mudando para melhor, e que as novas gerações estão crescendo com idéias de paz, justiça e amor para todos.

MsLove_faixa

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,496,742SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ilha no Japão recicla e reutiliza 80% dos resíduos que produz

Desde 2003, os moradores de Kamikatsu, Japão, adotaram sem dúvida o programa de reciclagem de resíduos sólidos mais rigoroso do mundo. Kamikatsu é um vilarejo...

Roma oferece mais de 6 mil refeições diárias para necessitados além de albergue exclusivo para mães com filhos

Os motivos que fazem uma pessoa tornar-se sem-teto são muitos. Infelicidades da vida, escolha e por aí vai. E, nos últimos anos, o número...

Criança fica hospitalizada após comer marmita envenenada e família recebe ajuda e muito apoio de internautas

Fabinho tem 11 anos e era uma criança extremamente ativa e feliz! Brincava, pulava e vivia bem com o seu pai Flávio, que cria...

Fórum para igualdade racial em SP dá oportunidades a profissionais negros

O III Fórum Sim à Igualdade Racial terá a participação da apresentadora Glória Maria.

Após 70 anos, livro ‘O Pequeno Príncipe’ ganha versão em braille

Lançado em 1943, O Pequeno Príncipe, do escritor, ilustrador e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, é uma das obras literárias mais traduzidas no mundo:...

Instagram