Garoto de 15 anos inventa sensor que ajuda pessoas com Alzheimer

Kenneth Shinozuka tem apenas 15 anos e seu avô tem Alzheimer. Ao passar do tempo foi percebendo que sua família tinha muita dificuldade de manter a segurança de seu avô durante a noite, sem contar que passavam varias noites em claro, sacrificando a própria saúde para cuidar do avô. Várias pessoas que sofrem dessa doença muitas vezes criam um habito de sair de suas camas a noite e são também incontáveis as histórias que nos dizem que uma pessoa portadora de Alzheimer saiu de casa e se perdeu na rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o intuito de aliviar o fardo de sua família, principalmente sua tia que é a pessoa que mais fica com seu avô, e também manter a segurança do idoso, Kenneth desenvolveu um sistema que consiste em um sensor de pressão que ao momento em que os pacientes fiquem de pé, o sensor automaticamente envia um sinal para o celular de quem está cuidando do paciente.

sensor-alzheimer-3

Ele chegou a desenvolver dois protótipos, um que é uma meia e outro que pode ser colocado dentro de meias sapatos ou até mesmo preso no pé dos pacientes. O sistema foi primeiramente testado em seu avô, num período de 6 meses e segundo ele o sistema captou 100% das vezes em que seu avô saiu da cama, um total de 437 vezes.

sensor-alzheimer-5 sensor-alzheimer-6

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

sensor-alzheimer-7

Este sistema, além de evitar que seu avô saísse durante a noite e além de melhorar a qualidade de vida de quem cuida do paciente, também armazena a frequência das tentativas ajudando as pessoas a tentarem identificar um padrão de comportamento no paciente.

 

A invenção de Kenneth foi reconhecida pelo Google em sua Feira de Ciências, fazendo com que seu projeto ficasse entre os 15 finalistas mundiais, e caso vença, poderá ser premiado com uma viagem de 10 dias para as ilhas Galápagos, uma visita ao porto espacial Virgin Galactic e uma bolsa de estudos no valor de 50 mil dólares.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Independentemente disso, Kenneth já está se preparando para fabricar centenas desses sensores, que ele pretende doar para asilos e casas de apoio para pacientes com Alzheimer.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,972,916SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulheres desabrigadas pela chuva em Contagem (MG) ganham ‘dia de beleza’

O temporal que atingiu a Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG) deixou milhares de desabrigados. Em Contagem, no bairro Morro dos Cabritos, centenas de pessoas...

Nubank vai pagar iFood, consultas e outros serviços essenciais para clientes

O Nubank vai criar um fundo de R$ 20 milhões para apoiar seus clientes durante a pandemia de coronavírus (Covid-19). "Durante esse momento tão difícil,...

Ela fez um vídeo pedindo demissão dançando na firma e deu uma lição no ex-chefe

O vídeo a seguir mostra Marina Shifrin em um daqueles momentos de catarse que acontecem quando você resolve jogar tudo para o alto — ela está...

Idosa de 77 anos faz parto improvisado do bisneto em Teresina (PI)

A bisavó contou que nunca tinha feito um parto, mas há muitos anos trabalhou em uma casa de saúde onde teve a chance de acompanhar alguns partos.

13 Reasons Why, da Netflix, faz disparar pedidos de ajuda contra suicídio no Brasil

Após a estreia da série, o Centro de Valorização da Vida (CVV) percebeu um aumento de 445% no número de e-mails com pedidos de ajuda.

Instagram