Casa de garoto humilhado por vender bombons é furtada e internautas criam vaquinha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO



Gente, na tarde da última quarta-feira (05), ladrões invadiram a casa do garoto Luizinho. Levaram tudo, até o seu videogame. Para ajudá-lo, criamos uma vaquinha na VOAA.

Segundo o pai do menino, que foi humilhado por uma mulher e suas duas filhas quando vendia bombons, além do game do filho, levaram o celular dele, roupas e todo o dinheiro que a família ganhou com venda de bombons.

Desde o triste episódio, a família corre contra o tempo para deixar o bairro em Teresina (PI). “Não queremos mais ficar aqui”, disse o pai, Netanias Moreira.

Para ajudá-los a dar a volta por cima, criamos uma vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

garoto que vende bombons com os pais
Luizinho com os pais. Foto: Arquivo pessoal

Família precisa de ajuda para sair do bairro

O trauma que ficou no menino Luizinho foi muito grande. Ele tem medo de entrar no seu próprio quarto. 😥

Ele está muito mal, sente falta das suas coisinhas que levaram, ele tinha ganhado das pessoas que conheceram sua história”, contou o pai.

garoto que vende bombons
Foto: Ricardo Morais/OitoMeia

A família mora de aluguel, então, para sair do bairro e recomeçar, precisa pagar taxas e contas extras, como multa de aluguel e transporte.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para ajudá-los a quitar essas despesas, criamos uma vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

A família vive uma realidade difícil

A mãe, Rafaela, dá um duro danado durante o dia como empregada doméstica e estuda Psicologia à noite.

O pai está desempregado e é estudante de Direito. Eles produzem bombons e vendem pelo bairro para pagar as contas de casa.

casa furtada de garoto que vende bombons com os pais
Os ladrões levaram tudo que a família tinha. Fotos: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: Arquivo Pessoal

“Hoje que vamos ter uma noção da proporção do que aconteceu. O Luizinho e a minha esposa estão traumatizados, eu estou tentando manter a tranquilidade para acalmá-los”, afirmou Netanias.

Garoto ficou conhecido após ser humilhado por vender bombons

O Luizinho ficou conhecido após ele ser humilhado por uma mulher e suas duas filhas.

Com um desabafo publicado nas redes sociais pelo pai, o garoto recebeu o carinho de milhares de pessoas, e também alguns presentes, como um videogame e um celular.

garoto que vende bombons
Apesar do susto, a família tem tentado recomeçar. Foto: Arquivo Pessoal

Mas, infelizmente, na tarde da última quarta-feira (05), quando ele e os pais chegaram em casa por volta das 14h50, se depararam com a casa arrombada e todas as suas coisas reviradas.

Luizinho sonha em ser Defensor Público

Luizinho deu a melhor resposta para o episódio da humilhação. Ele sonha em ser Defensor Público e disse que um dia a mulher que o humilhou pode precisar dele.

“Um dia vão cruzar em meu caminho e talvez eu seja um Defensor Público”, disse.

O garoto foi convidado para conhecer a Defensoria Pública do Estado do Piauí e a Defensoria Pública da União no Estado.

Vamos ajudar o Luizinho a superar mais essa? Clique aqui e apoie a vaquinha.

 

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,025,166FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,803SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Com 4 filhos pequenos, dona de casa abandonada por marido recebe apoio de internautas

A jovem mamãe Andreza Santos Araújo, 23 anos, mora e cria sozinha seus quatro filhos pequenos em Várzea Grande, Mato Grosso. Desde que o...

Universitário de 92 anos se adapta à tecnologia e nos dá uma linda lição de resiliência e otimismo

Não existe idade certa para realizarmos nossos sonhos e o universitário Carlos Augusto Manço, que entrou na faculdade aos 90 anos, é um dos...

Em vídeo fofo, filho com paralisia cerebral conta para pai que está apaixonado. Veja!

Ai, socorrooo! O Biel tá apaixonado, esse sorriso não engana ninguém! 😍 Biel tem paralisia cerebral e ama um triatlo! Ele e o pai, o...

Instagram