Nigeriano de 12 anos cria fórmula matemática que simplifica estudo da Divisão

Um garoto nigeriano de apenas 12 anos descobriu uma fórmula matemática que simplifica o estudo da Divisão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O achado de Chika Ofili permite demonstrar rapidamente se um número inteiro é divisível por sete (ou não). Para tirar a prova, basta pegar o último dígito de qualquer número, multiplicar por 5 e adicionar à parte restante. Se esse novo número é divisível por 7, o número original (também) é divisível por 7.

Como exemplo, para verificar o número 532 é necessário fazer: 53 + 2 x 5 = 63, sendo 63 múltiplo de 7, portanto, 7 também pode dividi-lo.

A professora de Chika, Mary Ellis, responsável pelo departamento de matemática da escola Westminster Under School, de Londres (Reino Unido), afirmou em um artigo para o jornal educacional da cidade que o aluno descobriu a fórmula enquanto fazia um trabalho nas férias.

Garoto nigeriano fórmula matemática estudo Divisão

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pequeno gênio da matemática

Chika precisou estudar o livro First steps for problem solvers (“Primeiros passos para resolvedores de problemas”, em tradução livre), publicado pela United Kingdom Mathematics Trust (UKMT), para resolver o problema.

Nele, são apresentados testes de divisibilidade utilizados para solucionar rapidamente números divisíveis por 2, 3, 4, 5, 6, 8 e 9. No entanto, para o algarismo 7 não havia teste simples.

Leia também: Estudante vence dificuldade em matemática e cria o próprio teorema

Ao término das férias, Chika apresentou a fórmula para o corpo docente da sua escola.

Um matemático neutro foi convocado, atestando cientificamente sua fórmula. Em outras palavras, tudo redondinho!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Descobriu-se também que a fórmula é aplicável quando se multiplica o último dígito por 12, 19, 26, 33 e depois se adiciona à parte restante do número.

Prêmios

Em reconhecimento pelo seu trabalho, a ONG Cause4Children Limited concedeu à Chika o prêmio TruLittle Hero Awards, que recompensa realizações notáveis de crianças e jovens com menos de 17 anos no Reino Unido.

A cinco mil quilômetros dali, na Nigéria, a imprensa local parabenizou o feito do garoto de apenas 12 anos.

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Correio Braziliense/Fotos: Westminster Under School/Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,400,451SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empresa cria serviço para ajudar a esquecer o (a) ex e ainda fazem o bem

Uma empresa japonesa, a Brandear, lançou um serviço inovador que permite as pessoas apagarem todos os restos de seus relacionamentos fracassados e ainda ajudar outras pessoas com isso​​. O Heartbreak Box é...

Professora cria canal para ensinar crianças sobre educação financeira: “para que no futuro se tornem adultos equilibrados”

Por meio de vídeos animados e brincadeiras, a proposta do canal é educar financeiramente as crianças, para que possam planejar o futuro de forma consciente e responsável, além de promover a participação da família.

Tijolo ecológico feito de plástico retirado do oceano encaixa como blocos de Lego

Todos os anos, milhões de toneladas de lixo são jogadas no mar, colocando em risco a vida animal e dos seres humanos. Felizmente, existem...

Senhor de 61 anos aprende a desenhar pelo YouTube e conquista a internet

O Seu Carlos está desengavetando o sonho de pintar as próprias telas aos 61 anos de idade.

Santa Catarina resgata 1,4 mil animais vítimas de tráfico em um ano

Vamos lá, temos vistos milhares de casos de animais em cativeiro, sendo mal tratados, rinhas, animais vítimas de tráfico, e muitos desses casos tem...

Instagram