Alunos de Guarda Mirim marcham em apoio à colega que perdeu a mãe: “emocionado”

Clique e ouça:

No último sábado (29), a mãe do estudante goiano Daniel Oliveira, 13 anos, faleceu por conta de um aneurisma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A perda e o luto desmotivaram o menino a continuar participando das atividades da Guarda Mirim de Aparecida de Goiânia (GO), motivando seus colegas de grupo a se unirem em um grande ato de solidariedade.

Os alunos marcharam em frente à casa de Daniel para mostrar o quanto ele é importante para o grupo. A atitude de companheirismo foi gravada na última terça-feira (3) e viralizou nas redes sociais.

Bastante emocionado, Oliveira, como é conhecido no grupo, atendeu ao chamado, voltou às atividades e agradeceu pelo apoio.

Garoto recebe apoio colegas Guarda Mirim
Daniel agradeceu o apoio dos colegas que marcharam em frente à cada dele. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Muito emocionado, todo mundo veio reunido, me apoiando depois do que aconteceu. Fiquei muito emocionado. Estou um me adaptando já, estou me recuperando um pouco mais. Voltar à luta, à guerra e seguir em frente”, disse.

“Muito importante [a homenagem] para me levantar apesar do que aconteceu, sempre ficar forte. Sempre me apoiaram”, completou.

Garoto recebe apoio colegas Guarda Mirim
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A morte da mãe foi completamente inesperada pela família.

“Ela estava sentindo uma forte dor de cabeça, sempre queria ir ao médico, fazer uma consulta. Ela fazia e falava que não dava nada. De última hora, deu uma forte dor de cabeça, muito forte mesmo e ela faleceu. Estão muito abalados. Ela era muito amada por todos. Sempre ajudava todo mundo”, lembra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Como ele perdeu a mãe, decidimos de alguma forma confortar o coração dele”

Daniel diz que deseja honrar o legado e os ensinamentos da mãe, que sempre desejou que ele fosse um homem íntegro e honesto.

Garoto recebe apoio colegas Guarda Mirim
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

“Ela queria que eu me formasse, fosse alguém na vida. Crescer, ter um estudo bom, um trabalho, um emprego”, destaca.

Débora Cristina, colega de Daniel na Guarda Mirim, foi quem teve a ideia de ir na casa do menino.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como ele perdeu a mãe, decidimos de alguma forma confortar o coração dele, sendo nós a própria família dele. Gostei de fazer isso porque a gente ajudando o próximo, tenho certeza que o próximo depois vai nos ajudar. Me senti bastante confortável com isso”, estimou.

O grupo criou até uma canção especial para apoiar o colega e ajudá-lo a se reerguer após a dor da perda.

“Oliveira aí, nós estamos aqui
É chegada a hora, sabia que íamos vir
Ôôô, viemos te buscar
Enxugue essas lágrimas e vá para o teu lugar
Mas pode ter certeza, mãezinha meu amor
Seu filho vai lutar e será um vencedor”

Cerca de 120 crianças fazem parte da Guarda Mirim, que busca incentivar valores éticos, morais e sociais às criança e adolescentes, bem como protegê-los de situações de vulnerabilidade.

“Nós fomos pegos de surpresa, mas ficamos muito felizes com essa ação das crianças porque isso partiu deles. Isso é um ensinamento para nós. Nós devemos aprender com eles essa questão de companheirismo e amizade”, comentou o comandante do grupo, inspetor Célio Dias.

[Nota de Redação]

O seu Zezinho tem 68 anos e nunca foi à escola. Ele queria muito aprender o alfabeto e finalmente poder escrever o próprio nome. Gentil toda vida, uma professorinha de 9 anos começou a ensinar o vendedor de picolé a ler e escrever.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,059,535FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
18,669SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem com deficiência cria lindas caminhas para cães e gatos, mãe pede apoio, e ele vende tudo!

O garoto Elías tem uma deficiência, mas quem diz que ela o impede de fazer caminhas para cães e gatos que são a coisa...

Estudante que trabalhou como gari para pagar a faculdade é aprovado em direito em Harvard

“Uma carta aberta para o meu irmão mais velho”. Foi assim que o mais novo estudante de Direito em Harvard começou um post que...

Vovô de 91 anos pede ajuda para a sua loja de tecidos e recebe encomendas do país inteiro

Com a retomada do comércio em Guarulhos (SP), a Aon Tecidos ganhou um garoto propaganda para lá de especial: o Sr. Youssef. O comerciante...

Babá eletrônica flagra gatinho que fingia não gostar da bebê fazendo carinho e dormindo com ela

Sabe aquela história de que quando estamos sozinhos (ou assim pensamos...) temos atitudes diferentes das que temos quando sabemos que estamos sendo observados? Esta...

Professora percorre 70 km para dar aula em libras à aluno que não tem internet (ES)

A cidade de Linhares (ES) tem uma moradora que é um exemplo para todos nós. Joyce Barcelos Barbosa percorre 70 quilômetros toda semana para...

Instagram

Alunos de Guarda Mirim marcham em apoio à colega que perdeu a mãe: "emocionado" 14