Garoto de 7 anos aplica técnica “Samuzinho” e salva primo engasgado com espinha de peixe

Graças aos conhecimentos recém-adquiridos no projeto “Samuzinho”, o pequeno Walter Neto, 7 anos, salvou seu primo, Davi, 3 anos, após ele se engasgar com uma espinha de peixe. O caso aconteceu na terça-feira passada (3), em Teresina (PI).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A família Barreto vive em um bairro da zona sul da capital piauiense. Eles contam que no momento que Davi engasgou, o avô e a tia do garoto tentaram socorrê-lo, sem sucesso.

Walter então interveio e conseguiu salvar seu priminho com uma manobra que aprendeu num curso promovido por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o projeto “Samuzinho”, direcionado especialmente a crianças.

O garoto identificou que Davi estava sofrendo de um “engasgo total”. Ele executou a manobra Heimlich, na qual o socorrista se posiciona por trás da vítima e a abraça, fazendo uma forte pressão no diafragma, abaixo dos pulmões. Com isso, força-se uma tosse, que ajuda a desobstruir as vias respiratórias.

Garoto de 7 anos salva primo engasgado com espinha de peixe com técnica 'Samuzinho'

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Meus pais não conseguiram socorrer Davi, então eu comecei a realizar o procedimento. Eu nunca havia feito algo parecido nessas condições. Fiz três vezes a manobra”, disse Walter ao G1.

Leia também: Você sabe o que fazer quando um bebê se engasgar? Essa animação vai te ensinar

“Ele disse que poderia ajudar e sabia o que fazer, ele percebeu nosso desespero e entrou em ação. O fato dele ter conseguido e de saber que ele tem a capacidade foi o que me deixou mais feliz”, disse Ana Gabriela, mãe do garoto.

A família entrou em contato com os responsáveis pelo “Samuzinho” e agradeceu o trabalho dos profissionais após o susto. O projeto é realizado com profissionais do serviço a cada duas semanas, e engloba 60 alunos, entre 7 e 13 anos. O objetivo é ensinar as crianças como reconhecer situações emergenciais e orientar adultos no procedimento.

“Nós do Samu iniciamos esse trabalho com as crianças porque são atenciosas e focadas, aprendem mais, e acreditamos muito que ‘primeiros socorros’ é matéria de sala de aula”, explicou a técnica em enfermagem Elisângela De Jesus Pereira, que faz parte do projeto “Samuzinho”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: BHAZ/Fotos: Ascom/FMS e Rafaela Leal/TV Clube

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,640,029SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A distribuidora de água e açaí que só emprega ex-moradores em situação de rua

Por The Greenest Post Já ouviu aquela máxima de que “nem sempre as pessoas estão na rua porque querem; às vezes, elas só precisam de...

Jovem devolve para dona iPhone furtado que comprou pela internet

O analista de marketing Arthur Pacini, de 24 anos, comprou um iPhone 5 através de um site de vendas e ao ligá-lo percebeu que...

Mãe e filho se reencontram em SP após ficarem separados por 24 anos e 9.500 km

Em maio do ano passado, o edifício Wilton Paes de Almeida, no centro de São Paulo, veio abaixo, deixando centenas de famílias sem teto,...

Veja a audição da criança que fez o filme E.T. e se impressione com seu talento

Este ano o filme  "E.T. O Extraterrestre" comemora 30 anos de lançamento, e com um ar nostálgico pairando no ar, é um bom momento para...

Mães “fora dos padrões” tomam conta da campanha da Melissa

A nova coleção da Melissa, batizada como FLYGRL, é inspirada no empoderamento feminino e na mulher. O destaque dessa temporada fica para as mães:...

Instagram