Amor de gatinho cego ajuda idosa a vencer 17 tratamentos contra o câncer

A professora norte-americana Susan Smith encontrou um gatinho vagando pelas ruas de Nova York enquanto se dirigia até o trabalho. Sensibilizada pela condição do filhote, decidiu levá-lo para casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Batizou-o de “Donny”. Em uma visita ao veterinário, constatou-se que seus olhos estavam subdesenvolvidos – e tiveram que ser removidos. Após a cirurgia, descobriu-se que o gato estava com hipoplasia cerebelar, uma condição neurológica rara que causa graves problemas de equilíbrio entre os felinos.

Apesar de todos os problemas, Susan se apaixonou por Donny e o adotou legalmente. Ela conta que o gatinho é extremamente dócil e amoroso, não só com ela, mas com todos que aparecem em casa.

[Esdras começou a cuidar de animais abandonados aos 14 anos. Hoje, ele mantém um abrigo, mas o espaço é alugado. O jovem protetor precisa comprar um terreno para construir um abrigo próprio. Esdras vai poder acolher mais animais vítimas de maus-tratos com a qualidade de vida que eles merecem! Clique aqui e contribua.]

Nesse meio tempo, a mãe de Susan, 88 anos, foi diagnosticada com câncer de pulmão, e precisou passar por 17 rodadas de quimio/radioterapia. Ao lado dela, estava seu fiel companheiro, que lhe dava forças para continuar. “Esse é o meu Donny”, fala, com voz doce, a ‘avó’ do gatinho cego.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O momento foi registrado na página do Instagram criada por Susan:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Blossom_and_her_family (@blossom_and_her_family) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pelas redes sociais, a família de Susan publica diversas situações do dia a dia em que o bichano serve como o “terapeuta”, que provê amor àqueles que precisam de uma recuperação. Donny geralmente visita pacientes idosos que têm a doença de Alzheimer e demência.

Leia também: 

Na clínica, o gatinho cego senta no colo de cada um deles. Arrancando sorrisos, Donny promove a melhora emocional dos doentes, que sempre têm ânimo para dar carinho a ele.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Blossom_and_her_family (@blossom_and_her_family) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Blossom_and_her_family (@blossom_and_her_family) em

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Emais/Foto: Reprodução/Instagram/@blossom_and_her_family

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Amor de gatinho cego ajuda idosa a vencer 17 tratamentos contra o câncer 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,971,659SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Para mães poderem fazer o ENEM, mulheres se voluntariam para cuidar de seus filhos

Seria possível mudar a realidade de milhões de mulheres no Brasil, para que tenham acesso à educação superior? Onde mora uma possível solução que...

P&G e Walmart lançam a terceira edição do programa Água Pura Para Crianças

Em 2014, a P&G e o Walmart lançaram um produto social inovador e até então inédito no Brasil: o P & G Sachet, na ocasião publicamos...

Idoso de 73 anos salva criança de ser atropelada por caminhão desgovernado em SP [VIDEO]

A reação espetacular de um idoso de 73 anos ao ver um caminhão desgovernado partindo em sua direção e de uma criança de 4...

Mulher troca salário fixo como gari e supera ‘críticas’ transformando sonhos em realização

De gari à empreendedora, Maria Madalena, 30 anos, está construindo uma linda história. Uma história de muita luta.  Aos 13 anos, já trabalhava como empregada...

O que acontece quando filhas leem uma carta nunca escrita para suas mães

Já parou pra pensar sobre a última vez que você disse que amava alguém? E não estou falando aqui de namorado(a), me refiro à seus amigos, parentes, e mais especificamente as mães.

Instagram

Amor de gatinho cego ajuda idosa a vencer 17 tratamentos contra o câncer 4