Gato de três pernas faz linda amizade com menino diagnosticado com paralisia cerebral

Desde que foi adotado em um abrigo do Reino Unido pela família Raven, o gato Minty se tornou amigo inseparável do pequeno Connor, 6 anos, que andava meio solitário em casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O forte laço de amizade criado pelos dois se baseia na compreensão de suas próprias deficiências: o menino tem paralisia cerebral atáxica – doença rara que compromete as funções motoras do corpo, – enquanto o felino nasceu sem a perna traseira esquerda.

gato amizade menino paralisia cerebral

A partir do momento que chegou em casa, o gatinho transformou a rotina – e a vida – de Connor por completo. Devido à paralisia, ele possui graves dificuldades de aprendizagem e outros problemas de saúde que têm sido amenizados desde que Minty foi adotado.

Recentemente, essa transformação causada pelo bichano foi reconhecida no exterior: Minty ganhou o prêmio ‘National Cat Awards’, cerimônia anual da ONG Cats Protection que celebra e homenageia gatos que fizeram a diferença na vida de seus tutores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

gato amizade menino paralisia cerebral

Companhia essencial

Minty já é um felino idoso: tem 9 anos (de uma expectativa de vida de 12) e vive com sua família em Holywell, no País de Gales, onde é cuidado com muito carinho pelo pequeno Connor e por sua mãe, Siobhan Cobb.

Estou muito feliz que Minty foi reconhecido pelo gato especial que ele é”, afirmou Siobhan.

“Ele é uma grande parte da nossa unidade familiar e é adorável compartilhar o vínculo único que os meninos têm. Minty demonstra como os gatos podem ser inteligentes, afetuosos e confiáveis. Sempre podemos contar com ele para fazer tudo melhor, e ele é o melhor amigo que Connor precisa e merece”, complementou.

Nas palavras da mãe, mais do que uma companhia agradável, o gato dá forças ao filho no dia a dia, por mostrar ao menino que é possível viver com uma deficiência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

gato amizade menino paralisia cerebral

Sempre juntos no dia a dia

Eles ficam juntos o dia todo: desde as refeições até a hora de dormir. Além disso, estão sempre brincando na varanda ou passeando com Siobhan no parque.

“Ter apenas três pernas nunca impediu Minty de aproveitar a vida, e acho que isso afeta Connor. Juntos, eles são imparáveis, aconteça o que acontecer. Minty é um gato realmente inspirador e nós o amamos muito”, disse a mãe de Connor.

O depoimento dela é reforçado pelo comediante Russell Kane, que votou em Minty ao compor o júri de celebridades do National Cat Awards.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu realmente acredito que os gatos não são aproveitados ​​o suficiente para ensinar companheirismo e formas terapêuticas. Para mim, a história de Minty impulsiona o argumento de que os gatos são criaturas maravilhosas, não apenas por serem peludos e serem acariciados, mas pelos benefícios emocionais, os benefícios de ensino e a assistência que eles podem trazer para a vida das pessoas”, disse Russell ao justificar seu voto.

Fonte: Pete Pop
Fotos: Fabio De Paola / Cats Protection

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,230,881SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em um lapso de memória, mulher com Alzheimer lembra o nome da filha

Kelly Gunderson é filha de uma de senhora de 87 anos que possui Alzheimer, que por conta da doença já está com a memória...

Cientistas criam pendrive capaz de detectar HIV em menos de 30 minutos

O dispositivo tem uma taxa de 95% de acerto quando comparado com testes de laboratório.

Ganha desconto pela sua educação

  Em um café na França você ganha desconto por sua educação: (Um café 2,00 € |Um café por favor 1,80 €).

Estudante que vendia brigadeiro para pagar cursinho é aprovado em Medicina

O estudante brasiliense Lucas Carvalho, 17 anos, foi aprovado no curso de Medicina da Universidade de Brasília (UnB). O jovem, que passou em segundo...

Jovem que trabalhou com o pai como pedreiro na pandemia é aprovado em Medicina na UFPA

O jovem Adailson Moura, 18 anos, foi aprovado no curso de Medicina da UFPA (Universidade Federal do Pará) e está um passo mais próximo...

Instagram