Gêmeos fotógrafos separados ao nascer se reencontram no dia do aniversário de 23 anos (CE)

Clique e ouça:

A história de Gabriel e Thomaz começa em 1997. A mãe dos dois, Liduina, não tinha condições financeiras de manter os filhos e resolveu dar um dos meninos para adoção. Thomaz tinha apenas 15 dias de nascido e foi acolhido por uma família cearense.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após 7 meses, ela e o companheiro ainda viviam em uma condição precária, quando conheceram Vanda Ferreira, que adotou Gabriel, o outro bebê.

Durante os 22 anos de vida, os dois sempre souberam da existência de um irmão, mas nunca tinham conseguido se ver pessoalmente.

Até que o encontro aconteceu.

Irmãos gêmeos conversando por videochamada
O primeiro contato de Gabriel e Thomaz foi através de uma videochamada. Foto: reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O início das buscas

Quando tinha 16 anos, Thomaz pediu para conhecer a mãe biológica. A mãe adotiva, Socorro Maranhão, buscou por informações de Liduina e marcou o encontro.

Neste mesmo dia, Liduina informou para Thomaz que ele tinha um irmão gêmeo e que, apesar de não saber o paradeiro do filho, tinha uma foto dele com a mãe adotiva. Ela sabia apenas que o filho tinha sido levado para a cidade de Uberaba, em Minas Gerais.

Nos encontramos na minha casa. Foi bem forte pra mim, pois foi a primeira vez que eu vi alguém tão parecido comigo”, conta Thomaz ao ver a foto do irmão.

Thomaz começou as buscas. Ele virara noites tentando encontrar o irmão em redes sociais, mas nunca teve sucesso. Em Minas Gerais, Gabriel também sabia da existência do irmão, mas como não tinha nenhuma informação, nunca pode procurá-lo.

LEIA TAMBÉM: Pais de oito! Casal com 3 filhos adota 5 irmãos e cria associação para pais adotivos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Primeiro contato

O primeiro contato dos irmãos aconteceu no dia 1º de junho. Thomaz conta que lembrou que na foto que Liduina tinha dado, havia o nome de uma mulher no verso. Ele fez uma busca por ela no Facebook e em menos de 30 minutos encontrou o perfil de Vanda Ferreira.

Vanda e Gabriel no aniversário dele
Foto que Thomaz recebeu da mãe. Foto: arquivo pessoal.

Thomaz entrou na mesma hora em contato com uma amiga da polícia civil, que falou com Vanda e explicou o caso.

Ele conta que reconheceu o irmão através de uma foto, onde ele posava do lado de um fusca azul.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Meu coração parecia saltar do peito, eu suava, até que vendo as fotos dessa senhora, me encontrei, me vi numa imagem com um senhor, do lado de um fusca. Eu entrei em pânico, pois não acreditava que aquilo estava acontecendo e que eu era tão parecido com ele. E ele comigo”, relata Tomaz.

Gabriel posa do lado de fusca azul
Esta foi a imagem que Thomaz reconheceu seu irmão pelo Facebook. Foto: arquivo pessoal.

A mãe adotiva de Gabriel ficou muito feliz com a notícia e tratou logo de informar para o filho, que estava trabalhando quando recebeu a notícia. A primeira chamada de vídeo entre os irmãos foi quase instantânea.

Depois do primeiro contato, Gabriel e Thomaz se falaram todos os dias. Eles queriam se atualizar de tudo!

Amor pela fotografia

Em uma das grandes coincidências, Gabriel e Thomaz descobriram que têm uma paixão por fotografia. Thomaz é fotógrafo profissional e atua como assessor do Museu da Fotografia no Ceará.

Já Gabriel assumiu a fotografia mais como um passatempo e faz trabalhos freelancer em casamentos, aniversários e formaturas.

Primeiro encontro

Os irmãos marcaram o primeiro encontro para logo que a pandemia acabasse. No entanto, Thomaz conseguiu um voo para Uberlândia exatamente no dia 25 de junho, quando eles completaram 23 anos.

Ele não pensou duas vezes, combinou com a cunhada, esposa de Gabriel, e arrumou as malas para encontrar o irmão.

Eu saí de Fortaleza 14h50. O voo teve duas escalas, uma em Recife e uma em Campinas. De lá, peguei outro avião para Uberlândia. Eu acho que o mais demorado foi esse de Campinas para Uberlândia, porque foi quando a ficha começou a caiu. Esse voo durou uma hora, mas pra mim foi uma eternidade”, recorda Tomaz.

Gabriel não sabia de nada e foi levado ao aeroporto pela esposa, Carol Polato, que disse precisar de uma ajuda com um trabalho freelancer.

Quando eu passei pela porta, ele estava de costas, conversando com o amigo, e não percebeu a minha chegada. A Carol falou pra ele: ‘Gabriel, quem é essa pessoa que tá atrás de você?’ E aí ele virou. Quando ele virou, não reconheceu de imediato. Ficou alguns segundo sem entender e só depois é que caiu a ficha”, descreve Tomaz.

Thomaz e Gabriel se abrançando
O primeiro abraço dos irmãos após 23 anos separados. Foto: Carol Polato

Os dois passaram apenas o dia do aniversário juntos, mas tornaram esse 25 de junho uma data ainda mais especial.

Thomaz e Gabriel posam para foto juntos
Os dois irmãos ficaram muito felizes com o encontro! Foto: Carol Polato.

Os dois deixaram publicações bastante emocionantes em seus perfis do Facebook. Dá uma olhada!

E torcemos para que os dois irmãos possam se encontrar ainda mais a partir de agora!

FONTE: Diário do Nordeste

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,076,276FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,572SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário? Esta situação, hipotética para muitos, aconteceu com um garoto tailandês....

Após 8 anos presos em gaiolas, leões de circo são resgatados e pisam na grama pela primeira vez

Não é de hoje que percebemos uma mudança radical nos cuidados aos animais de circo. O público tem cobrado mais responsabilidade com espaço, alimentação...

Depois da formatura, ela foi até o trabalho de seu pai, que é pedreiro, para agradecê-lo

Se tem uma coisa que a paraguaia Yudit Romero reconhece é o sacrifício que o pai fez para lhe dar a melhor educação possível. Don...

Instagram

Gêmeos fotógrafos separados ao nascer se reencontram no dia do aniversário de 23 anos (CE) 13