Casal ajuda mãe humilhada após pedir bolo de aniversário para o filho de 2 anos

A mãe queria muito um bolinho de aniversário para o filho de dois anos, ao invés de empatia, recebeu críticas e julgamentos.


mãe ofendida bolo aniversário filho casal decide ajudar
PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma publicação num grupo de compra e venda no Facebook chamou atenção da assistente social, Marielle Machado, 25 anos, de Santa Maria (RS). Era um pedido desesperador de uma mãe que não tinha dinheiro para comprar um bolo de aniversário para o filho de dois anos. Mas sabe o que mais chamou atenção dela? A atitude de total reprovação e julgamento das pessoas com aquela mãe.

Eram mais de 400 comentários maldosos!  A Mari ficou tão mal com o que tinha presenciado, e junto com o noivo Matheus Henrique, 22 anos, que é confeiteiro, decidiu ajudar essa mãe.

Os comentários eram do tipo “se não tem condições, não tenha filhos”, “tanta gente passando fome e essa aí pedindo festa”, “ela quer comer docinho e está usando o filho”. A mãe fez o post numa quarta-feira (3 de julho) e faltavam poucos dias para o aniversário da criança, seria num domingo (7 de julho).

“Eu fiquei muito indignada, triste e revoltada. Senti uma dor muito grande por aquela mãe que teve coragem o suficiente para ouvir todas aquelas humilhações e ainda manter o pedido para o filho”, disse Mari ao Razões.

mãe ofendida bolo aniversário filho casal decide ajudar
“Quando comentaram que o pai dessa moça era o engraxate e que vivia caindo de bêbado no centro, uma ainda comentou ‘que família ein’. Alcoolismo é uma doença muito triste, e isso me deixou muito abalada”, disse Mari

 

A assistente social conversou com o marido e na mesma hora ele se dispôs a fazer um lindo bolo para a criança. Ela entrou em contato com a mãe, a Talyta, e descobriu que o pequeno Dereck estava ansioso pelo aniversário.

“Um casal de amigos viu meu comentário na publicação em que eu a informei que levaria um bolo, e eles ajudaram com um fardo de refrigerante”, informou.

Leia também: Jovem troca festa de 15 anos por doação de cestas básicas a famílias necessitadas

Após o contato, a Mari pediu para a mãe excluir a publicação, pois era evidente que os comentários estavam fazendo muito a ela. “Eu disse que ninguém estava querendo ajudá-la e que estavam ofendendo-a demais, não queria mais que ela lesse aquele comentários”, disse.

O dia da festinha

Chegou o grande dia! Mari, o noivo e os amigos levaram à casa do Dereck o bolo e os refrigerantes. “A mãe era nova, uma casa humilde, mas cheia de amor”, lembra Mari.

Apesar de ser pequeno e não falar muito, Dereck ficou muito feliz!! “Ele ficou todo animado, e disse ‘quero comer!’. A Talyta não me contou muito sobre eles, mas que até a roupinha que estava usando era doação e nos agradeceu por tudo.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

mãe ofendida bolo aniversário filho casal decide ajudar mãe ofendida bolo aniversário filho casal decide ajudar

Retribuindo a ajuda que recebeu 

Mari nos contou que já passou pela mesma coisa que essa família. Sua mãe criou ela e a irmã sozinha. Quando a irmã completou 15 anos, sua mãe escreveu uma carta para o rádio da cidade explicando que estava com o coração aos pedaços por não conseguir fazer uma festinha para a filha.

“Minha mãe sempre trabalhou muito, mas isso só pagava o necessário, passamos por muitos momentos difíceis, e o que mais me doía era saber que minha mãe estava com o coração aos pedaços por não conseguir nos dar tudo que ela queria.”

O pedido da mãe chegou às pessoas e muitas se propuseram a ajudá-la! “Várias pessoas deram presentes para fazer o dia da minha irmã melhor (afinal, toda mocinha sonha com seus 15 anos), e uma desconhecida foi até nossa casa e levou um bolinho para ela”, lembrou.

mãe ofendida bolo aniversário filho casal decide ajudar

Missão

A Mari e o noivo, que também passou por muitas dificuldades, têm como missão ajudar quem mais precisa! “Um dia nós dois fomos ajudados, e nossa missão é acreditar e lutar pela justiça social!”.

Através de um projeto chamado Metamorfose, a Mari faz campanhas e mobiliza os moradores da cidade em ações sociais. Ela também criou um grupo do projeto no Facebook.

“Faço campanhas para vítimas de desastres e sempre que fico sabendo de alguém que precisa de ajuda, tento mobilizar meus amigos através do grupo, além de divulgar as vagas de emprego que vejo e que são ofertadas na cidade.”

“Não trabalho na minha área de formação, mas nem por isso desisti de lutar pelos direitos das pessoas, por uma vida mais digna!”, disse.

Que demais a atitude de vocês, Mari e Matheus! Quem for de Santa Maria bora entrar no grupo e participar desta linda ação!

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

pai filha cantinho bambu prêmios programa tv

crédito das fotos: Marielle Machado/Arquivo pessoal

 

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar