Devido ao câncer, cearense não consegue viajar para ver Super Bowl, mas recebe mensagem de apoio de Tom Brady


Devido ao câncer, cearense não consegue viajar para ver Super Bowl, mas recebe mensagem de apoio de Tom Brady
PUBLICIDADE ANUNCIE

Gilson Gomes, o “Gilsinho”, é um grande fã de futebol americano e de um dos seus principais astros: Tom Brady, jogador do New England Patriots.

Anos atrás ele superou a obesidade e agora trava uma nova batalha, na qual todos ao seu redor afirma que ele já é um vencedor: contra o câncer.

Sua família e amigos fizeram uma vaquinha improvisada para juntar fundos que possibilitassem que Gilson viajasse até os Estados Unidos para assistir à grande final da NFL, a National Football League, liga esportiva profissional de futebol americano dos Estados Unidos, seu grande sonho em vida.

Infelizmente, com a progressão da doença, ele não pôde ir.

Uma prima teve então uma ideia inusitada: já que Gilsinho não poderia ir até Tom Brady, por que não tentar o caminho oposto? Ela então enviou uma mensagem para o perfil do Instagram da modelo brasileira Gisele Bündchen, que é casada com o jogador. Após um tempo, veio o inesperado: Tom gravou o vídeo e mandou para eles!

“Oi, Gilsinho! Obrigado por todo o seu apoio, eu gostaria que você tivesse conseguido ir ao Super Bowl este ano. Eu entendo todas as coisas difíceis que você está passando, mas, aguente firme, meus pensamentos e orações estão com você. Espero que você consiga ir ao Super Bowl ano que vem e espero ganhar de novo. Que Deus abençoe!”, disse Tom Brady no vídeo enviado para Gilson.

Na luta contra o câncer, cearense não consegue viajar para ver NFL e recebe vídeo de Tom Brady
Mensagem de Lília para Gisele Bundchen. Foto: Reprodução / Instagram

O cearense passou grande parte da vida lidando com a obesidade, depois virou um triatleta e agora luta contra um câncer há cerca de seis anos. Ficou muito emocionado ao receber o vídeo, não esperava. Foi afagado pelos familiares enquanto via as imagens.

Leia tambémPai e todos os filhos têm ou tiveram algum tipo de câncer, mas não perdem o otimismo

“No final do ano passado, nós suspendemos a medicação. Ao mesmo tempo, fui atrás de realizar alguns sonhos. Veio a ideia do Super Bowl. Foram emitidas passagens, tickets, e os amigos se juntaram e arrecadaram esse dinheiro para o ingresso. Estava tudo na mão. Dez dias antes de embarque, tive um problema hepático, fui internado e operado. A viagem foi para beleléu”, desabafa Gilson.

“Os mesmos amigos, de diversas formas, foram cercando a família Brady. Com e-mails, mensagens no WhatsApp. Quando ele conseguiu falar depois do Super Bowl, a Giselle já tinha falado com ele sobre esse depoimento. Ele passou uma mensagem. Ontem à noite, em uma reunião do nosso grupo de casais eles trouxeram e me mostraram”, relembra.

Esta é a prova viva de que mesmo os desejos mais impossíveis são realizáveis com o devido empurrão.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Leia tambémApós filho superar câncer, pais criam corrida de conscientização em Gramado (RS)

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Globo Esporte
Foto de capa: Reprodução / YouTube

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar