Enfermeira costura roupinhas para bebês prematuros há 16 anos


PUBLICIDADE ANUNCIE

Há 16 anos, a enfermeira Carmen Lucia, de 55 anos, costura roupinhas para bebês que nasceram prematuros, com menos de um quilo. Nas UTIs neonatais, é comum os bebês usarem apenas uma fraldinha.

As mães até podem querer comprar uma roupinha, mas é difícil encontrar lojas que vendem roupas para recém-nascidos com menos de um quilo. “Até roupa de boneca fica grande”, diz a enfermeira.

Blog-Dani-carmen-lucia-roupas-para-prematuros-foto-MAstrangelo-Reino105

PUBLICIDADE ANUNCIE

O primeiro emprego de Carmen foi no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, em São Paulo, e de lá não saiu mais. Ela trabalhou 16 anos na UTI neonatal e há pouco mais de um ano foi transferida para outro setor.

Carmem pediu ajuda à família para aprender a costurar, pois ela nunca havia costurado antes. “Quando a mãe encontra a criança com roupa, não sabe se chora ou se ri. É lindo demais. Eu queria que você visse a carinha delas!”

foto-reduz

A enfermeira já perdeu as contas de quantas roupinhas já costurou. Muitas crianças hoje têm 9, 10 anos, todas cheias de saúde. “Enquanto Deus me der forças, eu vou continuar fazendo. A gente não pode desistir jamais. São milagrinhos de Deus”.

Com informações do ACIDADEON

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar