Gratidão: ex-alunos se unem em vaquinha para pagar dívida de R$ 100 mil de professor aposentado

"Dinheiro nenhum no mundo é capaz de pagar o que ele fez por mim, minha família e meus amigos.”


PUBLICIDADE ANUNCIE

Eles foram aprovados no vestibular e hoje têm uma carreira consolidada nas suas respectivas áreas. Mas, tudo isso só foi possível graças a um professor muito querido, Maurício Barroso, de 82 anos, já aposentado e que enfrenta problemas financeiros.

Barroso tem uma dívida de mais de R$ 100 mil, que dificilmente ele conseguiria pagar sozinho. Por isso, alguns ex-alunos começaram uma campanha para ajudar o professor, que tinha um curso pré-vestibular tradicional em Petrópolis (RJ), mas que acabou falindo.

Em quase vinte anos, o cursinho MPB Vestibular, ajudava 200 alunos, todos os anos, a entrarem para faculdades estaduais e federais. Apesar da inadimplência dos alunos na época, Barroso não se importava em dar bolsas de estudo, além de destinar parte do seu tempo livre para aulas particulares de graça. Em várias ocasiões, ele também pagava o lanche e a passagem dos alunos até o local das provas.

Uma pessoa com tanta generosidade no coração merece a gratidão de todos que cruzaram seu caminho na batalha do vestibular, não é mesmo? Pois bem, alguns desses alunos iniciaram uma vaquinha na internet para melhorar as condições de vida do mestre, como uma força de expressar sua gratidão.

Formado em odontologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Diego Inagoki faz parte desse grupo. Ele foi bolsista do cursinho e é muito grato pelas aulas particulares de geometria e trigonometria do professor Barroso.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Ele permitia que eu acompanhasse a turma do pré-vestibular. Mas o incentivo vai muito além dessa parte financeira. Ele sempre me incentivou a ampliar os horizontes e os conhecimentos”, disse Inagoki ao G1.

Nas redes sociais, os ex-alunos pedem ajuda para pagar as dívidas acumuladas de Barroso com uma provocação: “Quanto vale um professor?” Até o momento, a vaquinha arrecadou um valor perto de R$ 20 mil.

Além das arrecadações em dinheiro, os ex-alunos ajudam o professor como podem, de forma voluntária. O advogado José Ferreira Bernardo Junior, formado pela UFRJ, está ajudando Barroso com problemas relacionados às dívidas acumuladas ao longo dos anos.

“Se me tornei quem eu sou, foi porque me inspirei nele. O Maurício fazia a gente se enxergar como ser humano e a empreender no sentido de modificar a sociedade para melhor. Dinheiro nenhum no mundo é capaz de pagar o que ele fez por mim, minha família e meus amigos.”

O advogado conta que as dívidas, que comprometem 50% da aposentadoria do professor, começaram depois que Barroso vendeu alguns bens para investir no cursinho. José tem três irmãos que também foram alunos do professor – dois formaram-se em medicina e um em biologia, em universidades públicas.

Com informações do G1

foto: José Ferreira Bernardo Júnior/Acervo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar