Jogador de futebol americano ora com rival cuja mãe tem câncer terminal


jogador futebol americano ora com rival mãe faleceu câncer
PUBLICIDADE ANUNCIE

Após o término de uma partida de futebol americano, dois jogadores rivais, Gage Smith e Ty Jordan, se ajoelharam no gramado e fizeram uma emocionante oração para a mãe de um dos atletas, que está bastante doente.

Smith perguntou gentilmente para Jordan se ele poderia fazer uma oração por Tiffany Jordan, 42 anos, que tem câncer de pulmão e nos ossos em estágio terminal.

“Queria ter um momento com ele; queria orar por sua família e por sua mãe”, disse Smith. “Eu só queria que ele soubesse que existem pessoas que se preocupam com tudo o que está acontecendo, e que ele saiba que tem alguém a quem recorrer.”

jogador futebol americano ora com rival mãe faleceu câncer

Oração pela mãe de Jordan

Os dois se ajoelharam e oraram. Foi um momento muito solene e emocionante, capturado em fotos pela esposa do treinador de Smith, que joga futebol americano na Sherman High School, uma escola de ensino médio no Texas (EUA).

As fotos chegaram à tia de Jordan, Takka, que as postou no Facebook, onde receberam mais de 100 mil reações em menos de uma semana. A repercussão foi tão grande que ela decidiu tirar o post do ar.

Leia também: Jogadora mirim de hóquei para no meio do jogo para levantar rival caída no gelo

As imagens também foram enviadas para a mãe de Jordan. “Fiquei sem palavras”, disse Tiffany. “Isso me fez chorar. (Smith) não precisava fazer isso. O fato de ele ter tido tempo para orar com Ty por mim me deixou sem fôlego.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

jogador futebol americano ora com rival mãe faleceu câncer

 

Naquela noite, a equip Sherman, de Smith, venceu o jogo da temporada regular por 56 a 27 contra a equipe West Mesquite, de Jordan. Era um jogo bastante importante para as equipes, mas que ficou em segundo plano depois que Smith se ajoelhou com Ty para orar pela mãe do adversário.

“Eu teria feito isso se tivéssemos ganho ou perdido”, disse Smith. “Durante o jogo, somos adversários e vamos jogar e tentar ganhá-lo, mas você ainda tem esse respeito pelo outro oponente. Eu queria fazer isso por ele.”

Leia também: Equipe rival protege jogadora muçulmana para que ela arrume hijab durante partida

Smith descobriu que a mãe de Jordan estava com câncer em um bate-papo em um grupo online: “Assim que descobri, eu o avisei que estava pensando nele”. “Manifestei condolências e disse que acreditava na recuperação dela.”

“Como mãe, temos muitos momentos ímpares com nossos filhos e nos orgulhamos muito”, escreveu a mãe de Smith, Patricia Smith, no Facebook.

“Quando aprendem a andar, conversar e mostrar boas notas da escola quando chegam em casa. Mas é incrível quando nossos filhos mostram que tem um grande coração. Que tem um cuidado genuíno pelo próximo e quando não estamos olhando eles mostram quem realmente são.”

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!  

Fonte: Today/Fotos: Reprodução/Sherman High School

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar