Jogadora mirim de hóquei para no meio do jogo para levantar rival caída no gelo

Amara é a jogadora mais nova da sua equipe e, aparentemente, a que tem o coração mais gentil!


Jogadora mirim de hóquei para no meio do jogo para levantar rival caída no gelo 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Todo pai deseja que seu filho cresça e se torne uma boa pessoa, que se importa com os outros e que tenha empatia. É por isso que o papai canadense Mike Zegil ficou todo orgulhoso ao ver a filha, Amara, 4 anos, ajudando uma jogadora rival que caiu durante uma partida de hóquei.

Jogadora mirim de hóquei interrompe para no meio do jogo para levantar rival caída no gelo

Amara é a jogadora mais nova da sua equipe e, aparentemente, a que tem o coração mais gentil!

Ela e suas companheiras estavam jogando uma partida na ilha de Manitoulin, Ontário, quando uma de suas adversárias, da equipe Manitowaning, escorregou e caiu no gelo. Por coincidência, Amara e a garota caída, Arabella, 3 anos, usam o número 12.

jogadora interrompe partida hóquei ajudar rival

Alguns segundos se passaram e ninguém parou para ajudar Arabella.

As suas próprias colegas de equipe passaram por ela e a ignoraram, continuando o jogo como se nada tivesse acontecido.

jogadora interrompe partida hóquei ajudar rival

Até que surge ao fundo Amara, que se aproxima da menina e lhe oferece uma mão. Enquanto isso, seu pai registra tudo da arquibancada.

menino interrompe partida hóquei ajudar amigo

PUBLICIDADE ANUNCIE

Arabella se levanta, recupera o equilíbrio e a partida continua.

jogadora interrompe partida hóquei ajudar rival

Leia tambémEquipe rival protege jogadora muçulmana para que ela arrume hijab durante partida

Tocado pela atitude da filha, Mike compartilhou as imagens no YouTube. O vídeo viralizou: já acumula mais 1,1 milhão de visualizações e milhares de comentários exaltando o espírito esportivo de Amara.

A pequena também foi bastante elogiada por suas colegas, pelo árbitro da partida e pela equipe técnica do time.

“Depois daquele gesto, minha filha foi premiada como a melhor jogadora da equipe”, escreveu Mike. “Gostaria de agradecer aos treinadores dela, Clayton Best, Darren Nodecker, Chad Chevrette e Shane Ingram.”

“É muito importante instilar esses tipos de valores nessas jovens jogadoras.”

Quando se trata de ajudar ao próximo, temos muito a aprender com as crianças!

Confira abaixo o momento em que Amara ajuda sua rival:

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: Inspire More/Fotos: Reprodução/Facebook

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar