Equipe rival protege jogadora muçulmana para que ela arrume hijab durante partida


Equipe rival protege jogadora muçulmana para que ela arrume hijab durante partida 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Empatia e fair play foram os protagonistas de uma partida válida pelo Campeonato Feminino de Clubes do Oeste Asiático. Após uma tentativa de drible de uma jogadora do Arab Orthodox Club, da Palestina, atletas do Shabab al Ordon, da Jordânia, cercaram a rival para protegê-la enquanto ela arrumava seu hijab.

O hijab é um símbolo de “privacidade, modéstia e moralidade”. Ele cobre cabelos, orelhas e o pescoço. As mulheres islâmicas sentem-se expostas e em pecado sem o ‘véu islâmico’, como também é conhecido. É por isso que a sensibilidade das jogadoras do Shabab al Ordon chamou tanta atenção.

Nas imagens, a atleta do Arab Orthodox, que está usando o hijab, dá um bonito drible e passa no meio de duas adversárias, até que uma terceira chega na cobertura e, numa dividida, a bola sai pela lateral. Ao sentir o véu cair, a jogadora se abaixa para tentar arrumá-lo.

jogadora muçulmana hijab

Hijab de volta ao seu devido lugar

Nesse momento, ao invés de prosseguirem jogando, as rivais do time adversário se aproximam e cercam a moça para ajudá-la. Outras duas atletas do Shabab correm para fechar o círculo, ocultando completamente a atleta dos olhos do público enquanto ela se arruma.

Ao final, é possível ouvir alguns aplausos da arquibancada pela atitude de fair play.

Leia também:

O jogo foi válido pela penúltima rodada do Campeonato Feminino de Clubes do Oeste Asiático, no dia 9 de outubro, e confirmou o título antecipado do Shabab al Ordon, invicto no torneio.

Já o clube Arab Orthodox perdeu as quatro partidas do torneio e foi eliminado. As outras equipes que participaram da competição vinham de Bahrein, Líbano e Emirados Árabes.

PUBLICIDADE ANUNCIE

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Amantes do Futebol Feminino (@amantesdofutebolfeminino) em

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Observatório Racial Futebol/Fotos: Reprodução/Twitter

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar