Estudantes fazem ovação silenciosa para colega autista na formatura


Estudantes fazem ovação silenciosa para colega autista durante formatura
PUBLICIDADE ANUNCIE

Para os estudantes da Carmel High School, o diretor Lou Riolo é um “educador fantástico”. Recentemente, ele deu mais uma prova que justifica esse título, durante a formatura dos seus alunos no ensino médio.

Um dos estudantes da Carmel, Jack Higgins, é autista. Ele é tão sensível a ruídos que mantém os ouvidos tapados em locais com muitas pessoas.

Jack não se comunica verbalmente e levou oito anos para se formar. Seus pais queriam comemorar a conquistar do filho, mas como Jack conseguiria lidar com os aplausos e assobios dos colegas? Com a ajuda de Lou Riolo e de outros professores, os pais de Jack encontraram uma solução!

[Aos 23 anos, o Julio, que tem autismo severo, precisa ser amarrado em momentos de crise. Também por falta de tratamento ele parou de falar há muitos anos e precisa de um acompanhamento em clínicas e psicoterapeutas. Queremos custear um tratamento pra ele e comprar moveis para a família em Fortaleza (CE) viver um pouco melhor. Contribua aqui.]

Estudantes fazem ovação silenciosa para colega autista durante formatura

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Jack é um aluno maravilhoso da nossa comunidade estudantil”, disse o diretor Riolo, ao subir ao palco para preparar o público para o que estava por vir.

Em um grande ginásio com 2 mil pessoas acostumadas a aplaudir, seria possível permanecerem quietas? Riolo tem a resposta:

“Na graduação, o corpo estudantil e seus milhares de estudantes foram convidados a não aplaudir ou gritar quando Jack subisse ao palco – e o que aconteceu em seguida não foi nada menos do que um pequeno milagre.”

Leia também: Menino autista constrói a maior réplica do Titanic usando peças de LEGO

“Tive sorte e fui abençoado por ver coisas notáveis em meus 31 anos de carreira, mas isso foi o mais incrível”, concluiu o diretor.

Dá play no vídeo:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: GNN/Foto: Reprodução/GNN

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar