Policiais compram cesta básica para homem que furtou salgadinhos para alimentar família


Policiais compram cesta básica para homem que furtou salgadinhos para alimentar família
PUBLICIDADE ANUNCIE

Após autuarem um homem acusado de furtar 25 salgados e massa de papel para alimentar o filho pequeno e a esposa, agentes das polícias Civil e Militar se uniram para fazer uma vaquinha e comprar uma cesta básica para o rapaz.

A corrente do bem foi feita nesta terça-feira (23), no município de Iguatu, Ceará.

O acusado foi detido em flagrante por furto e levado à delegacia. Lá, relatou aos policiais porque praticou o ato. Para checarem se a história era verdadeira, os agentes foram até à sua casa, onde confirmaram as condições precárias e miseráveis da família. “Só encontramos água na casa dele. Era algo realmente crítico”, afirmou o delegado Glauber Ferreira ao portal Iguatu.

Policiais compram cesta básica para homem que furtou salgadinhos para alimentar família
Delegado Gláuber Ferreira aplicou princípio da insignificância. Foto: Reprodução / Honório Barbosa

O rapaz, que teve a identidade preservada, não tinha passagens pela polícia. Ele afirmou que cometeu o crime em um momento de desespero.

Leia também“Comecei lavando louça, agora sou auxiliar de cozinha no restaurante”: projeto abre portas para mercado de trabalho

“Estou sem trabalhar há duas semanas. Não estou certo, mas foi um ato de desespero. Nunca imaginei passar por isso e agradeço aos policiais que estão me ajudando”, relatou.

De acordo com o delegado Glauber Ferreira, casos como esse são enquadrados no princípio da insignificância, cuja ação policial leva em consideração o princípio da dignidade humana.

PUBLICIDADE ANUNCIE
Policiais compram cesta básica para homem que furtou salgadinhos para alimentar família
Policiais disseram que o rapaz furtou salgados e massa de pastel para alimentar a esposa e o filho de um ano de idade. Foto: Reprodução / Honório Barbosa

“Além de o mesmo não ter passagens pela polícia ou histórico de infrações, quando estivemos na sua casa, observamos que, realmente, a situação era terrível”, afirmou o advogado.

A grande repercussão do caso nas redes sociais gerou uma vaga de emprego para o rapaz, oferecida por um representante comercial de uma empresa no Ceará.

Policiais compram cesta básica para homem que furtou salgadinhos para alimentar família

Leia tambémBares e restaurantes brasileiros começam a abrir espaço para a gastronomia sustentável

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Diário Online

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar