Anônimo compra 38 sorvetes para crianças e professoras em shopping do RJ

Ao saber da doação, a professora Geisiane conta que seus olhos 'marejaram': "Um anjo".


Anônimo compra 38 sorvetes para crianças e professoras em shopping do RJ 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Na última terça-feira (29), a professora Geisiane Oliveira levou seus 16 alunos do segundo ano do ensino fundamental para um passeio no shopping Itaboraí Plazza, em Itaboraí (RJ), no sul fluminense.

Além dos alunos dela, alguns estudantes do 4° e 5° anos também foram, totalizando 36 crianças. Eles foram ao cinema assistir ao filme Aladdin (2019).

Após a sessão, crianças e adultos foram ao McDonald’s comer hambúrguer, batatas fritas e beber refrigerante – um lanche daqueles, pra ninguém botar defeito!

Anônimo compra 38 sorvetes para crianças e professoras em shopping do RJ 2

“Isso já era o bastante para nos deixar felizes”, diz Geisiane.

Já se preparando para ir embora, a professora foi surpreendida por uma atendente do restaurante. “Ela me abordou e disse: ‘Um cliente fez uma doação anônima, deixou 38 sorvetes pagos para as crianças'”.

Ao ouvir aquilo, Geisiane conta que seus olhos ‘marejaram’. Ela abraçou a moça e disse: “Por favor me diz quem é”.

Anônimo compra 38 sorvetes para crianças e professoras em shopping do RJ 3

PUBLICIDADE ANUNCIE

Doador queria homenagear a professora dele

No entanto, o doador havia pedido para não ser identificado. “Fui correndo avisar a minha amiga Fabrícia sobre o que tinha acontecido.”

Quando se aproximou dela, a viu abraçada com um rapaz… O Gabriel, que fez a doação! “Um anjo”, brinca a professora.

Ele já tinha conversado com Fabrícia antes, e manifestou o interesse de presentear as crianças, em homenagem a uma professora que teve quando era mais novo, e que havia feito o que Geisiane estava fazendo naquele dia com os seus alunos.

Anônimo compra 38 sorvetes para crianças e professoras em shopping do RJ 4

Gabriel não queria ser identificado, mas Fabrícia sabia que era ele! “Nós o abraçamos, agradecemos, e fomos tomados por uma emoção muito forte”, relembrou Geisiane.

“O mundo tem jeito, ainda tem pessoas que semeiam o bem”, exaltou.

“Ainda há professoras que acreditam na transformação através do afeto, do amor… através da educação”, complementou.

Por fim, Geisiane agradeceu o ato de gentileza de Gabriel. “Ele alegrou tanto o dia de nossas crianças, e renovou nossa fé e esperança – o nosso muito obrigado! Que Deus te abençoe sempre.”

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fotos: Reprodução/Facebook

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar