fbpx

Refugiado sírio leva sanduíches a moradores de Brumadinho

Decidiu abraçar o Brasil como o Brasil o abraçou.


refugiado sírio leva lanche moradores brumadinho
PUBLICIDADE ANUNCIE

“Eu só queria fazer alguma coisa por este país que me recebeu”, disse o refugiado sírio Elyan Sokkar. Na manhã do último sábado (2), Sokkar colocou no carro 90 sanduíches, 30 quibes e 30 esfihas no carro e partiu para Brumadinho.

Em entrevista para o G1, ele disse que só queria fazer alguma coisa pelo país que o acolheu: Sokkar fugiu da Síria em 2014. “A gente decidiu levar lanches. Comecei a dirigir e nem sabia direito para onde estava indo”, afirma.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Hoje acordamos cedo, Brumadinho estamos chegamos com nossos sanduíches delicioso de Falafel, kibes, esfirras, uma coisa pequena nos podemos ajudar vocês meus queridos 🙏🏻🙏🏻 #brumadinho ❤️

PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma publicação compartilhada por Sítio Sírio: Gastronomia Árabe (@sitiosirio) em

Leia também: Cidade mineira de Muriaé barra atividade mineradora e transforma entorno em Patrimônio Hídrico

O sírio parou no Córrego do Feijão, distrito de Brumadinho engolido pelo “mar de lama”. Ele encontrou voluntários que o ajudaram a entregar os sanduíches e salgados às famílias de vítimas e moradores.

Sokkar abriu uma lanchonete em Belo Horizonte junto com outro refugiado, John Eshak. Ele disse que seu país foi arrasado pela guerra, e que se lembrou da cidade natal quando viu as imagens de Brumadinho pela televisão.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

crédito das fotos: Reprodução/Arquivo pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar