Seios de tricô ajudam a resgatar a autoestima de mulheres após câncer de mama


seios de tricô
PUBLICIDADE ANUNCIE

O artesanato sempre foi uma ferramenta de empoderamento, mesmo quando essa palavra nem existia e, neste caso, ganhou um propósito ainda maior. Uma ONG britânica distribui seios de tricô para ajudar a resgatar a autoestima de mulheres que tiveram câncer de mama. E o que se recebe em troca? Sorrisos pela gentileza.

As peças são tricotadas por Sharon Simpson, de 52 anos, sobrevivente da doença, diagnosticada em 2013. Esta foi a maneira que ela encontrou para motivar a si mesma quando passou por “dias sombrios”, como descreveu sua trajetória em entrevista ao site BBC. Quando fazia quimioterapia e radioterapia, colocava suas agulhas para trabalhar e descobriu o quanto a atividade lhe foi terapêutica.

Foi nesse período, que descobriu a instituição de auxílio às pacientes de câncer de mama Knitted Knockers. Com 300 voluntárias na produção, ela distribui gratuitamente cerca de 300 seios de tricô por mês a mulheres que passaram por mastectomia (remoção completa da mama) ou lumpectomia (quando é retirada uma parte). As peças, elaboradas com linhas finas de algodão e preenchidas com pelúcia de brinquedo, são feitas em vários tamanhos, cores e formatos, com ou sem a presença dos mamilos.

Desta forma, é criada uma alternativa à cirurgia reconstrutiva de implantação de próteses de silicone, fazendo com que o enfrentamento da nova condição seja encarada com mais leveza – o que dá mais liberdade para mulheres que não desejam passar pelo processo da reconstrução e preenchimento mamário.

PUBLICIDADE ANUNCIE

É um processo muito difícil. Segundo Sharon, “é como perder parte de sua identidade, é angustiante”. Há casos em que o choro de emoção ao receber o presente de tricô é inevitável, como o de uma mulher que só usava camisetas largas para disfarçar a ausência das mamas. Os seios artesanais devolveram a ela a motivação que faltava, a sensação de se sentir completa. E este é o principal objetivo das ações solidárias que não só preenchem esse vazio físico, mas o coração com alegria e vontade de seguir em frente.

Fotos: reprodução/acervo pessoal e Knitted Knockers

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar