Senegalês que socorreu senhora no RS recebe mais de 50 ofertas de emprego


PUBLICIDADE ANUNCIE

Moussa Sene, de 34 anos, ficou conhecido nas redes sociais por ter socorrido uma passageira de trem que ia de São Leopoldo a Novo Hamburgo (RS), quando a senhora teve uma crise de pressão alta e foi atendida pelo estrangeiro.

O diretor e produtor Ulisses da Motta Costa presenciou o atendimento de Moussa à passageira e relatou o que aconteceu dentro do vagão na sua página no Facebook. A história viralizou e o post teve milhares de compartilhamentos, curtidas e comentários.

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Moussa, que vive há um ano e meio no Brasil, trabalhava como enfermeiro no seu país de origem, onde vivem a esposa e seus dois filhos. O atendimento à senhora, que tinha dificuldades para respirar e reclamava de dor de cabeça, foi rápido e eficaz. O senegalês mediu os batimentos cardíacos da passageira com as mãos e deu água para a mulher, que melhorou aos poucos.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Ela disse várias vezes para mim ‘muito obrigado, muito obrigado por ter salvo minha vida’. Acho que se tivesse passado mais alguns minutos, ela não teria sobrevivido”, contou Moussa ao G1.

A história chamou a atenção de hospitais, clínicas e lares de idosos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e até da Bahia, que gostariam de contratar Moussa, sondado por mais de 50 ofertas de emprego. Mas, como ainda não validou o diploma de enfermeiro no país, ele continua trabalhando em uma empresa de Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, entregando bebidas em bares e mercados.

Leia também: Empresário vende casa em BH para comprar hotel que ajudará imigrantes e refugiados

Foto de capa: Ulisses da Motta Costa/Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar