Gerdau capacita jovens para o mercado de trabalho em Recife

Com o objetivo de contribuir com a inclusão social de jovens e desenvolvê-los para o mercado de trabalho, a Gerdau, em parceria com o Instituto Solidare e a Fundação Projeto Pescar, desenvolve em Recife o Projeto Pescar, por meio do qual é oferecido curso de iniciação profissional em Mecânica Industrial para jovens com idade entre 18 e 19 anos em condições de vulnerabilidade social.  Com a iniciativa, a empresa contribui com a inserção profissional dos participantes. Desde o início do projeto em Recife, a Gerdau já beneficiou 80 jovens.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre os meses de abril e junho, são disponibilizadas 20 vagas anualmente. A seleção é realizada por meio do Instituto Solidare, o qual busca os candidatos nas comunidades da região e, também, por interesse proativo dos jovens, que devem se dirigir diretamente à sede da ONG, localizada no bairro Coqueiral, em Recife, onde preenchem uma ficha de inscrição e realizam uma entrevista. Após as inscrições o Instituto seleciona os candidatos pelo retrato socioeconômico. Durante o curso, além das capacitações técnicas, são tratadas questões como cidadania. As aulas são ministradas de forma teórica e prática, executadas por profissionais voluntários da Gerdau e de outras empresas da região.

“Acreditamos que o fortalecimento da sociedade é algo imprescindível para o desenvolvimento sustentável das regiões onde atuamos. O apoio ao Projeto Pescar é mais uma iniciativa da Gerdau que contribui para a transformação da vida de jovens,  tornando-os aptos a ingressar no mercado de trabalho e desenvolver uma profissão que os estimule a olhar para o futuro”, destaca Eli André de Barros Filho, gestor da usina da Gerdau em Recife.

Após a conclusão do Projeto Pescar, conforme o desempenho dos participantes, a Gerdaupode convidá-los a participar do processo seletivo de seu programa Jovem Aprendiz. Atualmente, a planta de Recife conta com quatro colaboradores que ingressaram na empresa dessa forma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O Pescar tem sido uma porta que se abre a jovens, não apenas para o mundo formal do trabalho, mas, além disso, para que se percebam como protagonistas de sua própria trajetória. Mais do que vislumbrarem uma profissão digna, experimentam uma dignidade que tantas vezes a vida lhes negou”, comenta José Marcos da Silva, presidente do Instituto Solidare.

Fotos: Divulgação

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Designer cria app para bike que pinta e indica automaticamente buracos na via

Florian Born não é o tipo de pessoa que gosta de reclamar. Então, quando o designer começou a cair em buracos com sua bicicleta em Berlim, ele não...

Moradores do Ceará poderão trocar lixo reciclável por desconto na conta de luz

Em todas as cidades do Ceará, os cidadãos que reciclarem o lixo terão desconto na conta de luz. O benefício é uma iniciativa do...

O emocionante relato de uma mulher que superou o preconceito e encontrou o amor

”Me faz ver a mulher linda e guerreira que sou.”

Passageira segura a mão de mulher que entrou em pânico durante voo

Durante um voo de Florianópolis (SC) para São Paulo (SP), a passageira Ju Biazoli e os demais tripulantes do avião precisaram enfrentar a temida...

Protetor de animais ‘resgata’ idosa que vivia em condições insalubres e a leva para própria casa

Acostumado a resgatar animais abandonados, ele ‘resgatou’ uma idosa de 83 anos: acamada, abaixo do peso, vivendo numa casa cheia de lixo e infestada por ratos.

Instagram