Gerdau capacita jovens para o mercado de trabalho em Recife

Com o objetivo de contribuir com a inclusão social de jovens e desenvolvê-los para o mercado de trabalho, a Gerdau, em parceria com o Instituto Solidare e a Fundação Projeto Pescar, desenvolve em Recife o Projeto Pescar, por meio do qual é oferecido curso de iniciação profissional em Mecânica Industrial para jovens com idade entre 18 e 19 anos em condições de vulnerabilidade social.  Com a iniciativa, a empresa contribui com a inserção profissional dos participantes. Desde o início do projeto em Recife, a Gerdau já beneficiou 80 jovens.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre os meses de abril e junho, são disponibilizadas 20 vagas anualmente. A seleção é realizada por meio do Instituto Solidare, o qual busca os candidatos nas comunidades da região e, também, por interesse proativo dos jovens, que devem se dirigir diretamente à sede da ONG, localizada no bairro Coqueiral, em Recife, onde preenchem uma ficha de inscrição e realizam uma entrevista. Após as inscrições o Instituto seleciona os candidatos pelo retrato socioeconômico. Durante o curso, além das capacitações técnicas, são tratadas questões como cidadania. As aulas são ministradas de forma teórica e prática, executadas por profissionais voluntários da Gerdau e de outras empresas da região.

“Acreditamos que o fortalecimento da sociedade é algo imprescindível para o desenvolvimento sustentável das regiões onde atuamos. O apoio ao Projeto Pescar é mais uma iniciativa da Gerdau que contribui para a transformação da vida de jovens,  tornando-os aptos a ingressar no mercado de trabalho e desenvolver uma profissão que os estimule a olhar para o futuro”, destaca Eli André de Barros Filho, gestor da usina da Gerdau em Recife.

Após a conclusão do Projeto Pescar, conforme o desempenho dos participantes, a Gerdaupode convidá-los a participar do processo seletivo de seu programa Jovem Aprendiz. Atualmente, a planta de Recife conta com quatro colaboradores que ingressaram na empresa dessa forma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O Pescar tem sido uma porta que se abre a jovens, não apenas para o mundo formal do trabalho, mas, além disso, para que se percebam como protagonistas de sua própria trajetória. Mais do que vislumbrarem uma profissão digna, experimentam uma dignidade que tantas vezes a vida lhes negou”, comenta José Marcos da Silva, presidente do Instituto Solidare.

Fotos: Divulgação

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,829FãsCurtir
1,927,631SeguidoresSeguir
9,411SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Saiba como preparar solução diluída de água sanitária que mata o coronavírus

A diluição de uma pequena quantidade de água sanitária em água potável elimina o novo coronavírus (Covid-19) de qualquer superfície contaminada. Quem explica é Jorge...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Instagram