Google, Apple e IBM não exigem mais diploma na hora de contratar

Quem sonha um dia trabalhar em empresas como Google, Apple e IBM não precisará de um diploma universitário. As três gigantes da tecnologia já não exigem diploma para contratar, mas experiências ou habilidades específicas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Elas fazem parte de um grupo formado por 15 companhias norte-americanas que têm vagas em aberto para cargos avançados que não exigem, necessariamente, formação acadêmica. As informações são do Tecnoblog.

Leia também: Google leva tecnologia e eficiência para salas de aula no Brasil

Isso não quer dizer que essas empresas ignoram a qualificação do candidato. O levantamento feito pelo serviço online de busca de empregos Glassdoor revela apenas que o candidato que possuir habilidades condizentes com o cargo pretendido poderá ser contratado mesmo se não tiver diploma universitário.

A Apple valoriza a experiência do candidato, independentemente se ele ou ela fez faculdade ou trabalhou em outras empresas. A IBM é mais específica: na hora de contratar, leva em consideração habilidades desenvolvidas em bootcamps (programas de ensino imersivo), outros empregos ou mesmo por conta própria – 15 % dos funcionários da companhia nos Estados Unidos não têm formação superior.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Do lado do Google, a decisão de não exigir diploma universitário rompe uma tradição. Sergey Brin e Larry fundaram a empresa praticamente dentro da Universidade de Stanford, quando faziam seu doutorado em ciência da computação. No início, a empresa só contratava profissionais formados nas melhores universidades e com as notas mais altas. Bem, não será mais assim.

O diploma continuará sendo importante, mas não será o único requisito, ou o mais importante. E isso acontece desde 2014, quando o então vice-presidente de recursos humanos, Lazlo Bock, explicou que o Google prioriza a capacidade cognitiva geral do candidato, não o seu quociente de inteligência.

“É a capacidade de aprender. É a capacidade de processar na hora. É a capacidade de reunir diferentes tipos de informações”, afirmou.

crédito da foto: Pawel Czerwinski/Unsplash

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,275,963SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudantes fazem projeto para ensinar o uso consciente do dinheiro a jovens e adultos

“Eu não quero morar em outro país, quero morar em outro Brasil” esta foi uma das frases que mais me marcou nesta época tão...

Menina pede para comemorar aniversário com crianças de orfanato

Sensibilizada ao descobrir que há um lugar onde vivem crianças sem pais, Laura escolheu fazer sua festa de 7 anos lá. Teve pula-pula, doces e lembrancinhas!

Boleira com passado na prostituição e nas drogas ensina culinária a moradores em situação de rua

A brasileira Lilian Altuntas é dona de um buffet na Itália frequentado por apresentadores de TV, jogadores de futebol e artistas.

Relembre a história sobre amizade publicada na Turma da Mônica

Revi essa história no blog Sem Nexo, e relembrei imediatamente dela, eu ali originalmente na revistinha em quadrinhos quando era criança. O mais interessante...

Idosa que passa o dia pescando para comprar remédios para filha doente recebe ajuda de vizinhos

Uma idosa de 85 anos passa o dia no mar pescando para comprar comida e remédios para sua filha adotiva de 61 anos, que...

Instagram

Google, Apple e IBM não exigem mais diploma na hora de contratar 2