Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante

De acordo com o último censo demográfico, publicado pelo IBGE em 2010, mais de 45 milhões de pessoas declararam ter pelo menos um tipo de deficiência. O estudo também revela que em São Paulo, maior cidade do Brasil, apenas 9% das calçadas possuem acessibilidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde então, melhorias aconteceram, mas as pessoas com deficiência física ainda não vivem em uma sociedade adaptada, tendo que enfrentar problemas de mobilidade urbana diariamente. Para jogar luz nessa questão, a ONG Movimento SuperAção deu início ao projeto “Sem Rampa, Calçada é Muro”, idealizado pela agência Z+.

[Matéria continua depois do vídeo abaixo]

Convidamos cinco mulheres que enfrentaram o câncer de mama para falar sobre suas experiências. Mas elas não sabiam que, durante a gravação do vídeo, seriam surpreendidas. Nesta linda homenagem, as filhas presenteiam suas mães com um sutiã especial (para quem viveu o câncer) acompanhado por uma prótese externa, uma espécie de enchimento que encaixa na lingerie. Assista o vídeo e prepare o lencinho:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao inicialmente convidar artistas como Apolo Torres, Bruno Mazola, Clara Leff, Chivitz, Dinas Miguel, Feik, Felipe Palacio, Ignoto, Mazola Marcnou, Minhau, Negritoo, Ojos Blancos, Tarik e Tito Ferrara, a iniciativa leva os graffitis das paredes da cidade para obstáculos que se tornam muros para os cadeirantes, com o objetivo de provocar uma reflexão e fazer um alerta.

Leia tambémGrafites em salas de aula de escola em Guarulhos (SP) homenageiam personalidades brasileiras

Até agora, já são 14 obras espalhadas por meios-fios paulistas que por lei deveriam ter rampas de acesso. Elas estão localizadas em regiões como Barra Funda, Bela Vista, Campo Belo, Chácara Santo Antônio, Jaraguá, Lapa, Liberdade, Mooca, Pinheiros, Sumaré e Vila São Francisco, além de Embu das Artes. Além disso, o projeto também já desembarcou no Rio de Janeiro e no Recife.

Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante
Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante.

Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Num mundo onde há uma infinidade de informações para chamar a nossa atenção, o projeto direciona a atenção do cidadão, de forma lúdica e artística, para um importante ponto que é a acessibilidade arquitetônica da cidade. A arte é uma das mais belas fontes de contato entre o ser humano e ele mesmo. Estamos fomentando a inclusão de uma forma que só a arte é capaz. Precisamos acessar a emoção dos cidadãos, pois só a razão não tem sido suficiente”, ressalta Billy Saga, presidente da ONG Movimento SuperAção.

“A ideia nasce da premissa de que para o cadeirante uma calçada é um muro. E, se é um muro, cabe um graffiti. Dessa forma, não estamos somente chamando atenção para o problema como também mapeando os pontos que precisam ser adaptados para garantir acessibilidade a todos”, explica Alexandre Vilela (Xã), CCO da agência Z+.

Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante
Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante

Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para divulgar o projeto, a ONG Movimento SuperAção conta com um perfil no Instagram em que todos os graffitis podem ser vistos, bem como a localização de cada um deles. Basta acessar @CalçadaÉMuro.

A ideia é que os usuários da plataforma se engajem na causa e ajudem a reverberar a ação compartilhando imagens e vídeos, ou ainda visitando os lugares com o uso da marcação #calçadaémuro.

Leia tambémJovens aprendem técnicas de grafite e dão vida a ruas de bairro na periferia de Salvador

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fotos: Vitor Garcia

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menina de 3 anos que não tem os pés, adota filhote que também não tem uma patinha

Daquelas casualidades do destino que nos surpreendem e encantam: Sapphyre Johnson, uma criança de 3 anos de idade, no Tennessee, que teve os dois pés...

O que você faz pra buscar sua felicidade?

Aqui no RPA um dos temas recorrentes que abordamos é a felicidade, seja sua busca ou os momentos puros em que ela acontece. Num...

Como uma ação entre vizinhas virou uma rede de apoio mútuo entre mulheres

Sabe aquela amiga que não te deixa passar perrengue, não importa o perrengue nem o tamanho dele? É esse o compromisso de um grupo...

Campanha mostra a pluralidade dos sentimentos e a importância do carinho #2

Já tínhamos mostrado no RPA o vídeo da Natura da campanha intitulada: "Toda Relação é um Presente". No qual retrata várias cenas do cotidiano...

Tenista Novak Djokovic convida boleiro para sentar e conversar com ele antes de partida

Novak Djokovic surpreendeu a todos ao chamar o boleiro que segurava um guarda-chuva para o proteger dos pingos que caíam sobre a Philippe Chatrier...

Instagram

Graffitis mostram que calçadas sem rampas se tornam muros para quem é cadeirante 3