Grupo oferece consultas de psicanálise gratuitas na praça Roosevelt

Esse grupo de psicanalistas teve uma ótima iniciativa afim de ajudar os moradores de São Paulo. Eles realizam consultas gratuitas de psicanálise para as pessoas que passam pela praça Roosevelt. A criação do projeto teve como base na Clínica Aberta de Psicoanálise da Vila Itororó, localizada no Bom Retiro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Clique no play acima para ouvir essa matéria!

Os atendimentos acontecem todos os sábados, a partir das 11h, seguido por sessões ao 12h, 13h e 14h, realizadas por ordem de chegada. Eles se concentram embaixo do pergolado, e em dias chuvosos ficam próximos ao Espaço Sátiros ou sob a estrutura de madeira do café.

Há uma lista prévia providenciada para que as pessoas consigam se organizar e vejam a ordem de atendimento. A proposta,que foge do modelo tradicional, é fazer com que o paciente seja atendido por um profissional diferente a cada sessão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A Clínica Aberta de Psicanálise vem do desejo de um grupo de analistas de que a psicanálise possa existir para além do consultório privado, de forma acessível e ampla na vida da cidade, intervindo nas condições de vida existentes a partir do entendimento do que é a vida inconsciente.”, explicam em sua página no Facebook.

Dúvidas e outras informações podem ser enviadas para o seguinte e-mail: [email protected]

Via

Fotos: Reprodução Facebook

 

 

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,764FãsCurtir
1,764,214SeguidoresSeguir
8,645SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram