Guaxinim adotada nas Bahamas vive como um cão após ser resgatada

No ano passado, Rose Kemp, que vive em Nassau (Bahamas), encontrou uma bebê guaxinim abandonada. Ela decidiu adotar a pequena órfã, batizada pela família Kemp como Pumpkin (Abóbora), e a levou para conviver com os seus dois cães, Toffe e Oreo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Logo ela desenvolveu laços conosco e com os cães. Ela os segue aonde quer que eles vão. Ela agora pensa que é uma cadela”, disse a filha de Rosie, Young, ao site “Dodo”.

A guaxinim virou um fenômeno na internet e o seu Instagram já tem mais de 40 mil seguidores.

É importante lembrar que nas Bahamas não existe resgates de guaxinins. Lá, é perfeitamente normal ver os moradores cuidando desses animais em suas próprias casas, embora não sejam animais de estimação. “Eles são animais selvagens, por isso eles são muito temperamentais. Ao contrário dos cães e gatos, eles não são domesticados. Como uma criança mimada, se ela não conseguir o que quer, ela vai deixar você saber”, explicou Young ao site “My Modern Art”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Reprodução/Facebook/Instagram Pumpkin The Raccoon

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,419,547SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em Portugal, existe um banco onde a moeda não é o dinheiro e sim o tempo

O Banco do Tempo funciona como um sistema de troca de ações solidárias. A instituição troca o dinheiro pelo tempo para que as pessoas...

Menina de 9 anos fará leilão de seus desenhos para ajudar refugiados no Brasil

Sophia herdou o talento para desenhar da mãe, que é designer gráfica. A menina desenha desde os 3 anos de idade e se inspira em grandes nomes do universo das artes, como Van Gogh, Frida Kahlo e Monet.

Startup desenvolve “relógio” que socorre idosos que moram sozinhos

Uma startup de São Paulo desenvolveu um produto para oferecer a esses idosos mais conforto e segurança: um botão à prova d’água que pode ser usado como relógio ou colar. Ao ser acionado, ele liga para os familiares ou amigos do idoso do outro lado da linha.

A verdadeira Beleza do Natal é a capacidade de despertar os melhores sentimentos

Alguma coisa especial acontece nesta época do ano, pois começamos a repensar tudo que fizemos durante o ano e relembrar nossas atitudes com as...

Projeto brasileiro leva a magia do palhaço para refugiados, abrigos, ocupações e alojamentos

O Palhaços Sem Fronteiras Brasil viaja pelo país e pelo mundo trazendo o lado lúdico do palhaço para pessoas que estão em campos de...

Instagram